Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > TERRITÓRIOS DE EDUCAÇÃO E CULTURA > Conheça o Programa Institucional Territórios de Educação e Cultura
Início do conteúdo da página

Conheça o Programa Institucional Territórios de Educação e Cultura

Publicado: Quarta, 30 de Agosto de 2017, 18h53 | Última atualização em Quinta, 24 de Janeiro de 2019, 14h55 | Acessos: 1188

Neste programa, integram-se ações de pesquisa, formação, articulação em rede e partilha do conhecimento, cujo desenvolvimento deve promover o fortalecimento da Fundaj, por meio de ampliação do seu reconhecimento nos cenários nacional e internacional, no campo da produção de conhecimentos sobre as interdependências entre educação e cultura, sobretudo em termos de políticas e programas. Desenhado de forma colaborativa entre pesquisadores, analistas e assistentes de C&T das diferentes áreas de atuação institucional e de profissionais de instituições parceiras, o Programa amplia a compreensão e adesão interna, bem como o reconhecimento externo ao novo projeto institucional. Estamos alinhados ao entendimento, expresso no PDI (Plano de Desenvolvimento Institucional 2016-2019), de que "não é possível separar educação e cultura quanto se trata de encontrar respostas para os grandes desafios contemporâneos da convivência social, do desenvolvimento justo e sustentável, da participação igualitária de todos os cidadãos na discussão  e tomada de decisões públicas, em sociedades marcadas pela pluralidade e por enormes e persistentes desigualdades, em escala local e global." Adotamos a compreensão de que o território é definido pelas práticas sociais, que mobilizam pessoas e grupos sociais em redes de relacionamentos de abrangência local, regional e (trans)nacional.

A qualidade da educação e a elaboração de indicadores para subsidiar políticas de educação e cultura

Com o objetivo de elencar indicadores para subsidiar políticas que fazem a interação entre educação e cultura, a pesquisa está vinculada a demanda emergente de construir elementos para o fortalecimento de políticas que fortalecem esses dois campos. O trabalho contribui com a agenda da Educação e Cultura, do Ministério da Cultura, e tem como meta desenvolver uma articulação com a Secretaria de Educação para a Diversidade (SECADI) e a Secretaria de Educação Básica. A pesquisa observa as práticas, a partir da ótica dos sujeitos, considerados protagonistas no processo de aprendizagem e produtores de cultura. Além de analisar os fatos coletados em campo, a pesquisa produz indicadores que contribui para balizar as políticas existentes ou apontar a criação de novas.

Coordenador: Maurício Antunes
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Avaliação das políticas de educação e cultura nos territórios

O objetivo principal é desenvolver uma pesquisa quantitativa de avaliação das políticas e práticas existentes nas escolas do ensino fundamental a partir de uma amostra estratificada por estado, com o foco de identificar os aspectos que intervém na relação entre educação e cultura nos territórios educativos e suas relações nos processos de ensino-aprendizagem.  A pesquisa busca contribuir na reflexão sobre as políticas e tem como desdobramento ações de socialização e formação, além de articulação em rede e produção científica na área.

Coordenadora: Cibele Rodrigues
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Avaliação do Proinfância na Região : Acesso e qualidade da Educação Infantil em questão

A pesquisa analisa as políticas da educação infantil e sua trajetória através da formulação, produção de textos, implementação e resultados considerando os diferentes atores na articulação entre macro e microcontextos, no sentido de subsidiar a formulação e efetivação de ações de políticas públicas dirigidas à Educação Infantil. A pesquisa está sendo realizada em três etapas: 1- análise da legislação e dos documentos oficiais sobre o tema; 2-levantamento das unidades construídas e dos estágios de construção nos municípios dos estados do Nordeste; 3- atendimento em unidades em funcionamento

Coordenadora: Patrícia Simões
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Cultura visual e educação

A pesquisa promove o debate e fomenta a produção de conhecimento em torno das relações entre educação e cultura, focada no campos dos estudos da cultura visual e sua contribuição para o pensamento crítico. A pesquisa é desenvolvida em duas frentes: 1-produção e partilha do conhecimento, no sentido de formar cidadãos mais aptos à realização da leitura crítica e reflexiva das imagens; 2- democratização do acesso aos equipamentos culturais da instituição como forma de integração da sociedade com os acervos e a produção artística contemporânea.

Coordenadora: Ana Carmen Palhares
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Memória Social na Escola

O projeto se utiliza da memória social no ambiente escolar como metodologia de patrimonialização de processos históricos e socioculturais da escola e da comunidade onde está inserida. A pesquisa permite o desenvolvimento de conteúdos das áreas de Humanidades, Comunicação e Cultura Visual, tendo como eixo transversal a linguagem textual e as novas tecnologias digitais e dispositivos móveis. “Memória Social na Escola” foi construída em conjunto com gestores e professores da rede pública em parceria com o Museu do Homem do Nordeste.

Coordenador: Edna Silva
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Museus como espaço de inclusão social, pesquisa-ação com jovens dos entornos e a formulação de propostas de Educação em Museus

O trabalho volta-se para atender os jovens do entorno desses espaços com a preocupação em atender ao disposto na legislação museal e no Estatuto da Juventude, de promover cultura e educação com qualidade para este segmento. O objetivo da pesquisa é dar visibilidade a esta lacuna entre o “legal” e o “real” das práticas educativas a partir do mapeamento das ações desenvolvidas pelos museus para o segmento juvenil, em nível nacional, através da Rede de Educadores de Museus. A intenção é contribuir com o protagonismo juvenil para a construção de alternativas para o complexo museológico da Fundação Joaquim Nabuco e outros espaços do país, no sentido de fortalecer seus papeis sociais e educativos.

Coordenadora: Graça Vasconcelos 
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O Programa Mais Cultura nas Escolas do Recife: de que interdependência entre educação e cultura estamos falando?

O programa pretende assegurar a realização de atividades culturais em escolas do Programa Mais Educação como forma de destacar a importância da escola como espaço para a vivência democrática. As escolas promove, através do programa, a ampliação da jornada escolar para o mínimo de sete horas diárias, visando a implementação da educação integral na rede pública. O projeto avalia a implementação do programa em 16 escolas públicas e investiga em que medida a implantação do Programa Mais Cultura nas Escolas atende aos objetivos de integração entre cultura e educação anunciados em seus estatutos legais.

Coordenadora: Mônica Monteiro
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Práticas de Memória Social a partir da parceria museu-escola-comunidade

Promovido pelo Museu do Homem do Nordeste, o projeto tem o objetivo de construir coletivamente uma metodologia de trabalho que aproxime a escola da comunidade onde está inserida, através do desenvolvimento de projetos que procuram compreender os mais variados aspectos da comunidade, dando visibilidade aos processos de memória ali existentes.

Coordenadora: Isabelle dos Santos França
Dissertação de Mestrado

Memorial Anísio Teixeira, Presente!

O projeto Memorial Anísio Teixeira, Presente! constitui um reconhecimento à obra do educador em Pernambuco: o Centro Regional de Pesquisas Educacionais de Pernambuco (CRPE/PE), inaugurado  em 1957, sob a direção de Gilberto Freyre, e ampliado em 1961 com a implantação da Escola Experimental (EE), parte do Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais (CBPE) e da rede de centros regionais, que desenvolviam atividades de pesquisa e ensino voltadas para a elaboração de uma política educacional nacional de caráter científico. Com a sua extinção, em 1975, as duas instituições foram absorvidas pela Fundaj, caracterizando-se como um rico acervo documental, objeto do trabalho de formação do Memorial, que, assim, contribuirá para ampliar a produção acadêmica sobre o CRPE/PE, que, somente a partir da descoberta do Gilberto Freyre educador vem despertando o interesse de pesquisadores.

Coordenadora: Semada Ribeiro
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

pi4d

Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.