Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Quem foi Blanche Knopf
Início do conteúdo da página

Quem foi Blanche Knopf

Publicado: Quarta, 24 de Abril de 2019, 10h53 | Última atualização em Sexta, 26 de Abril de 2019, 15h44 | Acessos: 240



Blanche Wolf Knopf nasceu no dia 30 de julho de 1894, na cidade de Nova York, filha de Bertha e Julius W. Wolf. Foi uma editora norte-americana que marcou a história pela expressiva força e determinação que representava para sua época. Num mundo absolutamente masculino, assumiu, em 1957, a presidência da editora que fundou com o marido, uma das líderes do mercado editorial americano, a Alfred A. Knopf Inc. Nela, desempenhou um importante papel no mercado de edições de livros no século XX.

Blanche fez inúmeras viagens à Europa em busca de bons autores para publicação nos Estados Unidos nos anos 1920. Por ser poliglota, facilmente conseguiu contato com autores e editores europeus. Dessa forma, conseguiu contratos para publicação de escritores importantes como Andre Gide, Thomas Mann, Mikhail Sholokhov, Albert Camus, Jean-Paul Sartre, Ilva Ehrenberg, além de publicar o último livro escrito por Sigmund Freud, Moses and monotheism (Moisés e o monoteísmo) Mais tarde, na década de 1940, quando veio ao Brasil pela primeira vez, encontrou uma literatura de genuíno valor que precisava ser revelada.

Sua vontade era traduzir e publicar em língua inglesa obras que confirmassem seu juízo. Blanche publicou e promoveu a obra de escritores latino-americanos, europeus, hispânicos, afro-americanos e de literatura feminista. Além disso, Blanche Knopf foi a primeira editora que publicou um livro de Gilberto Freyre fora do Brasil. Segundo registros, ela era batalhadora e vivia muito além da época que nasceu. Interessada nas técnicas e artes da impressão, investiu na carreira e tornou-se uma das maiores especialistas no assunto, atuando na área até os últimos momentos da sua vida.

Apesar de não conseguir mais ler manuscritos, fazia com que outras pessoas os lessem e era sempre dela a palavra final sobre quais deles deveriam ser publicados. Morreu no dia 4 de junho de 1966.

registrado em:
Fim do conteúdo da página