Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Metodologia
Início do conteúdo da página

Metodologia

Publicado: Quarta, 26 de Agosto de 2020, 15h37 | Última atualização em Sexta, 28 de Agosto de 2020, 10h50 | Acessos: 437

Metodologia

A metodologia de trabalho envolve a aplicação de questionários estruturados junto a bares/restaurantes; hotéis/pousadas; pescadores artesanais e vendedores ambulantes das praias. Também serão realizadas entrevistas semiestruturadas junto a gestores municipais, gestores estaduais, empresas do trade turístico e eventuais empresas de aquicultura, pesca industrial e frigoríficos de pescados. O quadro 2 apresenta os quantitativos totais.

quadro 002

Os instrumentos de coletas de dados estão detalhados nos anexos a este projeto. Os entrevistadores deverão ler o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e obter a concordância do participante de forma gravada, uma vez que todas as entrevistas serão realizadas com o suporte de tablets e/ou gravação da entrevista em áudio.

A amostra aleatória dos municípios a serem visitados foi elaborada com base no critério da Probabilidade Proporcional ao Tamanho. Foram testados como critérios de tamanho a população, o número de estabelecimentos em turismo e o número de trabalhadores em estabelecimentos de turismo. Os três critérios mostraram-se com alta correlação. Também foi testada composição entre o número de estabelecimentos em turismo e o número de pescadores conforme o Registro Geral de Pesca (Ministério da Agricultura). Foi escolhida a composição entre pesca e turismo por considerar as duas principais cadeias produtivas que deverão ser afetadas pelo derrame de petróleo.

Como é preciso que se iniciem com rapidez os trabalhos de campo, é proposto que em cada município haja uma cota de estabelecimentos a serem visitados. Este procedimento salta a etapa de conseguir os cadastros de estabelecimentos, de pescadores de ambulantes. Muitas vezes, inclusive estes cadastros não existem ou estão desatualizados.

O quadro 3 mostra as cotas de estabelecimentos de hospedagem nos municípios sorteados. O quadro 4 mostra as cotas de estabelecimentos de alimentação nos municípios sorteados. O quadro 5 mostra as cotas de entrevistas junto a pescadores artesanais e marisqueiras. Os ambulantes possuem cota de 8 por município amostral, sendo que este 8 devem ser ambulantes que atuam em praias atingidas.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.