Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institut de Recherche Pour le Development
Início do conteúdo da página

Fundaj e Institut de Recherche Pour le Development

Publicado: Quinta, 20 de Fevereiro de 2020, 17h33 | Última atualização em Quinta, 20 de Fevereiro de 2020, 17h33 | Acessos: 487

Fundaj e Institut de Recherche Pour le Development

 

Fundaj e Institut de Recherche Pour le Development No inicio dos anos de 1980 a Fundaj em parceria com o CNPQ e oInstitut de Recherche Pour le Development, firmou convênio com o BID- Banco Interamericano de Desenvolvimento com o propósito de implantar um Programa de Difusão de Tecnologias no Nordeste semi-árido brasileiro. A iniciativa visava estudar o problema da qualidade das águas na região e propor medidas práticas que possibilitassem seu uso com o mínimo de agressão possível ao meio ambiente. Entre as suas diretrizes constavam: 1) apresentar reflexões sobre os processos naturais que determinam a diversidade observada, e daí propor orientações para a extrapolação desses resultados a nível regional, 2) relacionar opções para a escolha das fontes de água para a pequena irrigação e suas condições de aproveitamento e 3) avaliar as consequências do uso dessas águas no tocante à produção das culturas irrigadas e ao risco de degradação dos solos por salinização e/ou sodificação, no sentido de precisar regras de uso e manejo.


A pesquisa resultou na elaboração de um livro (SUASSUNA & AUDRY, 1995) contendo os resultados mais importantes no que diz respeito aos elevados índices de salinidade encontrados nas águas de fontes aluviais, notadamente aquelas oriundas de poços amazonas, as quais apresentaram, também, riscos significativos de sodificação dos solos.

registrado em:
Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.