Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Grupos de Pesquisa Fundaj - CNPQ > Uncategorised > NISP - Núcleo de Inovação Social em Políticas Públicas
Início do conteúdo da página

NISP - Núcleo de Inovação Social em Políticas Públicas

Publicado: Sexta, 16 de Abril de 2021, 16h01 | Última atualização em Sexta, 16 de Abril de 2021, 17h16 | Acessos: 430

APRESENTAÇÃO

 

 

Vinculado à Diretoria de Pesquisas Sociais – Dipes, o Núcleo de Inovação Social em Políticas Públicas – NISP - foi instituído em 27 de junho de 2019 (Resolução nº 358, Conselho Diretor/FUNDAJ). O NISP se insere na tradição que a Fundação Joaquim Nabuco tem na análise do contexto e problemas sociais, e das políticas públicas voltadas para o desenvolvimento regional, principalmente das regiões norte e nordeste do Brasil. Nesse contexto, análises de políticas públicas lastreadas em estratégias e práticas de inovação social e sistemas de Inovação surgem como linhas de pesquisa desta Fundação, aderentes à sua missão e objetivos. O NISP tem como propósito análise e proposição de políticas públicas considerando prioritariamente programas sociais desenhados e operados pelo Governo Federal, com foco no aperfeiçoamento destas políticas públicas. Tal análise é feita a partir da inovação social, conceito que se apresenta como novas ideias que solucionam problemas de cunho social ainda não atendidos pelo Estado, nem pelo mercado. Iniciativas desta natureza possibilitam a ampliação, qualitativa e quantitativa, de bem-estar para os cidadãos, promovendo desenvolvimento humano e transformando o contexto social. 

 

 

MISSÃO

 

Identificar problemas, desenvolver pesquisas e apontar soluções, disseminar conhecimento visando o aperfeiçoamento das políticas públicas com foco nas Estratégias de Inovação Social, promovendo o desenvolvimento humano, melhorando a eficácia da gestão nas três esferas de governo e envolvendo o cidadão nesse processo.

 

 

PESQUISADORES

 

Diogo Henrique Helal (coordenador científico): Pós Doutor em Administração, pelo CEPEAD/UFMG (2020). Doutor em Ciências Humanas, com concentração em Sociologia, pela Universidade Federal de Minas Gerais (2008), graduado e mestre em Administração pela Universidade Federal de Pernambuco (2001, 2003). Pesquisador Associado da Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ/MEC). Autor de diversos artigos em periódicos nacionais e internacionais. Orientador de mestrado e doutorado, tem participado e publicado nos principais eventos acadêmico-científicos da área. Recebeu o Prêmio ANPAD de melhor trabalho da área de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho em 2004; obteve o Primeiro Lugar no 2º. Prêmio Ipea-Caixa de Monografias, na categoria profissionais, tema 2: Emprego e Informalidade, IPEA/CAIXA e foi selecionado como um dos melhores avaliadores ad hoc (2014) e um dos melhores editores científicos (2019) da Revista de Administração de Empresas (RAE - EAESP/FGV). Em 2016, recebeu menção honrosa e indicação a prêmio, por artigo apresentado no SEMEAD, em Gestão de Pessoas. Tem desenvolvido projetos de pesquisa com financiamento externo (CNPq e FACEPE). Tem experiência na área de Administração e Sociologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Desigualdades Sociais, Gerações e Trabalho; Inovação Social e Políticas Públicas.

 

Cecília de Melo Dias (coordenadora executiva): Analista de Ciência & Tecnologia, lotada na Diretoria de Pesquisas Sociais.

Carolina Beltrão de Medeiros: Pesquisadora Adjunta da Fundação Joaquim Nabuco desde 2007, onde atuou como pesquisadora inicialmente na Coordenação de Estudos em Ciência e Tecnologia, em projetos de inovação. Desde 2019 é pesquisadora do Núcleo de Inovação Social em Políticas Públicas - NISP, realizando atividades de pesquisa e elaboração de trabalhos técnicos e científicos com foco nas áreas de Análise e Avaliação de Políticas Públicas, Planejamento Estratégico e de Competitividade Industrial,em ações voltadas para o desenvolvimento, execução e implantação de Programas e Projetos nas áreas de Planejamento Estratégico Territorial e no campo Organizacional, com foco em Ciência, Tecnologia e Inovação. Doutora em Administração (Programa de Pós-Graduação em Administração - PROPAD/ Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, 2018). Mestre em Administração (Centro de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração - CEPPAD/Universidade Federal do Paraná - UFPR, 1999). Bacharel em Ciência da Computação (Centro de Informática - CIN/UFPE, 1996). Experiência como docente desde 1999, atuando em cursos de graduação na área de Administração e Sistemas de Informação, na Universidade Tuiuti do Paraná, em Curitiba-PR e na Faculdade Boa Viagem, em Recife-PE). Autora de artigos em periódicos nacionais e internacionais, atuando também como avaliadora de trabalhos em eventos e revistas científicas na área de Administração. Experiência no setor privado, atuando como líder de projetos em rede de varejo internacional por quase 10 anos.

 

Luciana Távora: Pesquisadora Titular da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). Coordenou o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC/CNPq/Fundaj (2013-2015). Atuou na Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco (Secti-PE), durante o período 2015-2021, onde ocupou os cargos de Superintendente de Recursos Humanos para C,T&I; Diretora de Políticas e Articulação; e Diretora de Políticas de C,T&Ie Competitividade. Na Secti-PE, coordenou o Programa de Produção e Difusão de Inovações para o Aumento da Competitividade dos Arranjos Produtivos Locais do Estado de Pernambuco (ProAPL), projeto executado com recursos oriundos de um contrato de empréstimo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Participou da Elaboração da Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco 2017-2022. Participou do projeto RIS3- PE; Estratégia de especialização inteligente em territórios inovadores selecionados do Estado de Pernambuco - Projeto em parceria com o Ministério da Integração (MI), Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), a Direção Geral de Política Regional da Comissão Europeia (DGREGIO) e o JRC-IPTS Institute for Prospective Technological Services (Centro de Investigação da Comissão Europeia) para disseminação da Research and Innovation Strategies for Smart Specialization -RIS3. Coordenou as ações em Pernambuco do Projeto EU-CELAC INNOV-AL PLATFORM: promotion of decentralised innovation policies in Brazil - Projeto de disseminação e troca de experiências e boas práticas da política regional europeia junto a três estados brasileiros; Pernambuco, Paraná e Pará. Atua desde novembro de 2017 como membro da Câmara de Inovação da FACEPE. Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Pernambuco (2003), mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Pernambuco (2005) e doutorado em Economia no PIMES - Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal de Pernambuco, tendo realizado parte do curso (doutorado sanduíche) na University of Illinois, EUA (2010). Tem experiência nas áreas de Economia e Engenharia de Produção, com ênfase na Elaboração e Avaliação de Projetos e Políticas de C,T&I e Competitividade.

 

Marcelo Asfora: Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Pernambuco (1983) e Mestre em Engenharia Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1988). Pesquisador da Fundação Joaquim desde 2007 e atualmente desenvolve pesquisas no Núcleo de Inovação Social em Políticas Públicas da Diretoria de Pesquisas Sociais desta instituição. Atuou com gestor público no Governo de Pernambuco, tendo ocupado os cargos de Diretor Presidente da Agência Pernambucana de Águas e Clima-APAC, onde cumpriu dois mandatos (2010 a 2018); e Gerente Geral de Planejamento e de Gestão de Programas e Projetos da Secretaria de Recursos Hídricos e Energéticos de Pernambuco (2007 a 2010). Foi professor do Mestrado Profissional do Instituto Tecnológico de Pernambuco-ITEP (2004 a 2011) e professor colaborador do MBA em Planejamento e Gestão Ambiental da Faculdade de Ciências da Administração da Universidade de Pernambuco (2006 a 2015). Tem experiência em Planejamento, Formulação e Gestão de Políticas Públicas, Gerenciamento de Programas e Projetos, inclusive de Projetos de Cooperação Técnica Internacional, Gestão de Recursos Hídricos e de Tecnologias Ambientais.

 

Sérgio Kelner da Silveira: Graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Pernambuco (1991), Mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Pernambuco (2005). Funcionário Público Federal Concursado ingressando inicialmente na Sudene em 1995. Redistribuído para Fundação Joaquim Nabuco/MEC em 2001, onde atua como economista e pesquisador no Núcleo de Inovação Social em Políticas Públicas - NISP. As atividades de pesquisa e elaboração de trabalhos técnicos têm foco em estudos nas áreas de Avaliação de Políticas Públicas, Planejamento Estratégico e de Competividade Industrial, e é voltada para trabalhos em cooperação com instituições dos setores público federal e estaduais em ações voltadas para o desenvolvimento, execução e implantação de Programas e Projetos nas áreas de Planejamento Estratégico Territorial e no campo Organizacional, com foco em Ciência Tecnologia e Inovação, e de Competitividade Industrial. Os principais resultados dessas atividades estão evidenciados em artigos científicos e publicações técnicas.A atividade executiva destacou-se pela atuação na Diretoria de Programas Econômicos da Sudene, na Gerência da Unidade de Desenvolvimento Local do Sebrae Nacional e na Gerência de Programas Especiais da Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração, tendo, também, ocupado interinamente a Superintendência da Sudene e a Direção do Departamento de Educação para Cidadania e Inovação Social da Secretaria de Governo da Presidência da República.

Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.