Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > EDUCAÇÃO E RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS > Conheça o Programa Institucional Educação e Relações Étnico-raciais
Início do conteúdo da página

Conheça o Programa Institucional Educação e Relações Étnico-raciais

Publicado: Terça, 05 de Setembro de 2017, 14h43 | Última atualização em Segunda, 07 de Outubro de 2019, 12h40 | Acessos: 2371

O programa se assenta sobre dois eixos: a) tematicamente, etnicidade, cultura e políticas públicas; b) estrategicamente, na articulação com movimento e organizações sociais, a academia e agentes públicos, envolvendo atividades de pesquisa, formação, divulgação científica e difusão cultural em diferentes combinações, conforme indicado no seu rol de projetos. O programa visa a incidir nas políticas públicas de educação para a promoção da igualdade étnico-racial, com foco nos desafios regionais e nas perspectivas globais do Brasil e da América Latina, a partir do compromisso com o enfrentamento do racismo e das desigualdades que o sustentam e com a promoção dos direitos humanos.Transversalmente ao eixo temático, se explorarão as seguintes temáticas:

  • Desigualdades socioeconômicas e culturais
  • Gênero
  • Religião
  • Direitos Humanos
  • Infância e Juventudade

O programa representa a retomada de um debate e uma contribuição histórica da Fundaj, que remonta ao seu fundador, Gilberto Freyre, e à própria trajetória institucional. Trata-se, porém de ir além desse legado, no sentido de responder às urgentes questões vivenciadas pelo Brasil no que se refere ao enfrentamento de persistentes desigualdades sociais e à promoção de uma convivência pluralista de suas diferenças étnicas e culturais.

Acompanhamento Longitudinal do Desempenho Escolar de Alunos da Rede Pública de Ensino Fundamental do Recife

O projeto está em conformidade com uma das metas do Plano Nacional de Educação: “Fomentar a igualdade na educação básica em todas as etapas e modalidades, com melhoria no fluxo escolar e da aprendizagem de modo a atingir determinadas médias nacionais para o IDEB” e com a solução 49: “Alinhar as avaliações com as políticas da Educação Básica”. O objetivo é investigar como os insumos escolares e as características sociais e econômicas do aluno, sua família e comunidade afetam seu desempenho acadêmico. Seus resultados deverão subsidiar propostas de políticas educacionais e culturais e de promoção dos direitos humanos e elementos para a produção de experiências formativas e de materiais de uso didático.

Coordenadora: Isabel Raposo
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Análise comparativa de políticas nacionais de promoção da igualdade étnico-racial

O  Mestrado Profissional em Gestão Pública para o Desenvolvimento do Nordeste, do CCSA-UFPE, busca fortalecer estudos e pesquisas, no âmbito da avaliação de políticas públicas afirmativas, que visem verificar a influência e o impacto educacional, socioeconômico e cultural dessas políticas para a promoção da igualdade étnico-racial. A pesquisa direciona-se à analise dos principais programas e ações implantadas,  com recorte racial,  para a educação, por meio dos entes federal, estaduais e/ou municipais a partir da década de 1990 até o  governo de Dilma Rousself.

Coordenador: Joanildo Burity
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Análise de indicadores socioeconômicos da desigualdade étnico-racial

Este projeto realiza estudo das desigualdades étnico-raciais a partir da criação de indicadores quantitativos. São três temas estruturantes: ambiente escolar, mercado de trabalho e trabalho infantil. O estudo envolve tanto a análise documental, quanto a criação de indicadores de desigualdade de gênero e étnico-raciais. Os resultados do estudo devem subsidiar propostas de políticas educacionais e culturais e de promoção dos direitos humanos e elementos para a produção de experiências formativas e de materiais de uso didático.

Coordenadora: Michela Camboim
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Avaliação dos discursos da proposta politico-pedagógica e da prática acerca dos direitos humanos e relações étnico-raciais em escolas públicas da educação básica

A pesquisa e os subprojetos se colocam como contribuições para a avaliação das propostas politico-pedagógicas no discurso estabelecido sobre direitos humanos e relações étnico-raciais em escolas públicas de ensino básico de Pernambuco. O projeto conta com quatro subprojetos desenvolvidos na UFPE-CAA e um na Fundaj.

Coordenador: Sandro de Salles
Contato: -

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência para a Diversidade em nível nacional: saberes, práticas e contribuições formativas

O projeto enseja evidenciar os desdobramentos do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência para a Diversidade (Pibid Diversidade) no cenário nacional. A análise busca apreender os aspectos conceituais, as práticas formativas e às contribuições do Pibid Diversidade, advindas da dinâmica vivenciada pelos sujeitos coletivos em diálogo com os conhecimentos que fundamentam o saber/conhecimento da dinâmica autocompreensiva do Programa.

Coordenadora: Jaqueline da Silva
Contato: -

O campo interdisciplinar da Educação para as Relações Étnico-Raciais- ERER na educação brasileira: desenvolvimento, tensões e formação

O projeto analisa o processo de constituição do campo interdisciplinar da Educação para as Relações Étnico-Raciais- ERER na educação brasileira. A análise busca apreender os processos de configuração da ERER no Ministério da Educação, mais precisamente, a partir das ações desencadeadas pelo Programa Diversidade na Universidade e pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Inclusão – SECADI.

Coordenador: Moisés de Melo Santana
Contato: -

Coleção Documentos de História Afro-Brasileira

O presente projeto está em andamento no âmbito da proposta do Laboratório Acervos e Materiais Didáticos - LABdidática e propõe a publicação de uma Coleção de livros ligados à história e cultura afro-brasileiras, tendo como fonte principal as diferentes tipologias de acervos da Fundação Joaquim Nabuco. Em cada volume pretende-se levar ao leitor uma variada gama documental, de modo a mostrar como o mesmo tema pode ser representado por diferentes atores sociais nas mais diversas situações. Objetiva aproximar professores e alunos de questões que também fazem parte do seu cotidiano, na medida em que estabelece ligações entre o contexto abordado nos documentos históricos e situações da contemporaneidade.

Coordenadora: Cibele Barbosa
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Imaginário colonial e racismo nas primeiras décadas da República no Brasil

O presente projeto se insere no programa de pesquisas em acervos da Fundação Joaquim Nabuco sobre a temática étnico-racial e tem como objetivo contribuir para os estudos voltados para a história do racismo brasileiro em contraste com a ideia de uma democracia racial no país. Estão sendo levantados nos acervos da Fundação Joaquim Nabuco e Biblioteca Nacional documentos iconográficos bem como artigos de jornais e revistas. Pretende-se fazer uma análise das representações do racismo fenotípico a partir da reapropriação e difusão, sob diferentes meios de expressão, das teorias raciais ou o racismo cientifico em voga naqueles anos.

Coordenadora: Cibele Barbosa
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Conflitos étnico-raciais no acervo do MUHNE: duas leituras a partir da produção artística contemporânea

Pesquisa no acervo do Museu do Homem do Nordeste – MUHNE sobre as obras de origem africana, afrodescendente e indígena ali reunidas. O objetivo é destacar o caráter violento e excludente que caracterizou as relações étnico-raciais em períodos-chave da história do Brasil, em que populações africanas escravizadas e seus descendentes, bem como diversos povos indígenas, sofreram processo de crescente desumanização, ao qual resistiram o quanto e da forma que lhes foi possível. Essa releitura do acervo do MUHNE busca identificar e ativar as suas potencialidades críticas, desalojando-o de seu enquadramento em discursos museológicos e históricos que segregam objetos e documentos produzidos no passado dos contextos mais amplos dos quais são não somente evidência, mas também lente privilegiada para entender o tempo corrente.

Coordenador: Albino Oliveira
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Curso de Especialização em Infância, Educação e Sociedade

O curso pretende formar especialistas no debate das questões relacionadas à infância, com foco no protagonismo da criança, e compreenda a infância enquanto construção histórica e social. Os estudos desenvolvidos no curso discutirão as políticas de atendimento à infância, em especial na área da educação. Serão consideradas também as temáticas da exclusão e desigualdade como campos que se articulam com as questões da infância e necessárias nessa discussão.

Coordenadora: Patrícia Simões
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Cursos de curta duração sobre História Contemporânea da África

O presente curso procura levar aos professores e demais profissionais da educação básica conteúdos sobre história contemporânea da África (final do século XIX aos dias atuais) a partir do uso de acervos e produtos culturais, como o cinema e a literatura. Nesse sentido, procura ampliar a oferta de conteúdos transversais sobre o tema e conectá-los com a história brasileira. Os cursos terão carga horária de 20 horas-aulas cada um e se dividirão nas seguintes temáticas:

  • História Contemporânea da África I (EAD e presencial)
  • História Contemporânea da África II (EAD e presencial)
  • O cinema e o ensino de História Contemporânea
  • Ensino de História da África Contemporânea: Música, literatura e ativismo
Coordenadora: Cibele Barbosa
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Acompanhamento Longitudinal do Desempenho Escolar de Alunos da Rede Pública de Ensino Fundamental do Recife

O objetivo geral do projeto é investigar como os insumos escolares e as características sociais e econômicas do aluno, sua família e comunidade afetam seu desempenho acadêmico. Seus resultados devem subsidiar propostas de políticas educacionais e culturais e de promoção dos direitos humanos e elementos para a produção de experiências formativas e de materiais de uso didático.

Coordenadora: Isabel Raposo
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Especialização em Direitos Humanos e Educação

O curso é proposto na modalidade presencial, incluindo programação a distância: haverá encontros presenciais mensais, em fim de semana, e em períodos de recesso e férias escolares e serão programadas atividades coletivas e individuais a distância; destinado a  quarenta (40) educadores, entre funcionários públicos docentes, que estejam atuando direta ou indiretamente na educação básica, ou ativistas vinculados a ONGs, atuando direta ou indiretamente, no campo da educação escolar.

Coordenadora: Márcia Pires
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicação de Dissertações

O programa visa à publicação na forma de livro de uma dissertação por ano defendida por aluno ou aluna dos cursos de mestrado da Fundaj, dentro da temática  do PI, através de edital específico, que definirá as regras de submissão e seleção da dissertação.

Coordenadora: Luciana Marques
Contato: -

Curso de Especialização em Infância, Educação e Sociedade

O curso pretende formar especialistas no debate das questões relacionadas à infância, com foco no protagonismo da criança, e que compreenda a infância enquanto construção histórica e social. Os estudos desenvolvidos no curso discutirão as políticas de atendimento à infância, em especial na área da educação.

Coordenadora: Patrícia Simões
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Filmes e documentários sobre relações étnico-raciais em diferentes culturas

Este projeto visa a incentivar a produção e promover a difusão de materiais audiovisuais sobre diferentes aspectos da condição das populações afrodescendentes e indígenas no Brasil. O incentivo se dará através de parcerias envolvendo a Massangana Multimídia Produções e o Canne - Centro Audiovisual Norte-Nordeste e a Coordenação de Cinema da Fundação, por meio de editais voltados a profissionais do audiovisual e à comunidade escolar de escolas públicas em nível nacional e a realização de um Curso de Documentário.

Coordenadora: Cynthia Falcão
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Diretrizes para a Educação das Relações Étnico-Raciais e o uso de imagens nos livros didáticos de História e Sociologia do Ensino Médio

Este projeto objetiva realizar uma análise crítica das coleções de livros didáticos de História e Sociologia do Ensino Médio, aprovados pelo MEC no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) 2012, que são utilizados pelas escolas públicas de todo o Brasil. O foco é realizar uma análise da iconografia que apresenta assuntos relacionados à temática afro-brasileira, com ênfase nas representações que constrói sobre o negro, a história da África e as questões raciais.

Coordenador: Allan Monteiro
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Imaginário colonial e racismo nas primeiras décadas da República no Brasil

O objetivo é de contribuir para os estudos voltados para a história do racismo brasileiro em contraste com a ideia de uma democracia racial no país. Pretende-se fazer uma análise das representações do racismo fenotípico a partir da reapropriação e difusão, sob diferentes meios de expressão, das teorias raciais ou o racismo cientifico em voga naqueles anos. A problemática que se coloca é observar como o discurso intelectual pautado, no caso, por essas teorias coloniais do final do século XIX e início do XX, foi agenciado, representado e difundido por meio de produtos culturais de consumação popular gerando uma cadeia de estereótipos e estigmas sociais no imaginário coletivo, muitos dos quais perduram até os dias de hoje.

Coordenadora: Cibele Barbosa
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Integração dos Projetos do Programa Institucional

Este projeto desenvolverá um conjunto de atividades de articulação, debate, aprofundamento metodológico, reflexão e avaliação com o fim de dotar o PI de uma dinâmica integradora e de contínuo monitoramento da coerência e da efetividade dos projetos propostos.

Coordenador: Joanildo Burity
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Oficinas deliberativas sobre gênero e relações étnico-raciais

Realização de um conjunto de atividades de pesquisa, divulgação científica e difusão cultural, com utilização da metodologia de oficinas deliberativas, para promover um diálogo inclusivo sobre relações de gênero e étnico-raciais.

As Oficinas serão realizadas em parceria com dois projetos (um de pesquisa, outro de extensão) do CAA/UFPE: a) Escola e homoparentalidade na perspectiva dos/as profissionais da educação e de famílias LGBT em Pernambuco (MCTI/CNPQ/Universal 14/2014 – Processo nº 461095/2014-9); b) Juventudes, sexualidades e prevenção dst/aids (Convênio UFPE/MEC/SEB – Ação 20RJ-201)

Coordenador: Joanildo Burity
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Oficinas deliberativas sobre pluralismo religioso e relações étnico-raciais

Este projeto existe a fim de promover o diálogo entre representantes de diferentes confissões religiosas e pessoas sem religião, atuantes em movimentos e organizações sociais e em políticas públicas, que têm interesse em debater o tema da diversidade religiosa, com o intuito de estabelecer maior envolvimento deste segmento em processos de participação social nos sistemas nacionais setoriais de educação, cultura e direitos humanos.

Coordenador: Joanildo Burity
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Práticas Educativo-culturais de Organizações de Mulheres Negras no Nordeste do Brasil: protagonismos, identidades, raça, gênero e religião

Sendo o contexto a partir do qual nascem as comunidades tradicionais de terreiro, espaços de resistência e sobrevivência de pessoas e grupos excluídos; torna-se lugar favorável à prática de experiências de ações educativo-culturais de promoção do empoderamento de mulheres negras, que podem se configurar como referência de agenciamento dessas mulheres. Ter no viés religioso um locus analítico de observação da complexidade das questões de identidade nas lutas sociais. A partir disso são suscitadas questões que buscarão elucidar a religião como locus de observação da complexidade das questões de identidade no agenciamento das práticas educativo-culturais das organizações nordestinas de mulheres negras.

Coordenadora: Lilian Lira
Contato: -

A produção da Fundação Joaquim Nabuco sobre relações étnico-raciais

Este projeto faz um levantamento e balanço crítico da produção institucional em pesquisa, formação, formação de acervos, publicações, ações de incidência pública e de difusão cultural, no período desde a criação da Fundação Joaquim Nabuco, com foco na contribuição identificável para a temática das relações étnico-raciais no Brasil. A análise desta produção procura identificar conexões possíveis com a agenda contemporânea da educação e da promoção da igualdade étnico-racial. O projeto também realiza um balanço crítico desta produção e tenta definir uma linha de base para a proposta de incidência do Programa Institucional no campo das políticas de promoção da igualdade étnico-racial.

Coordenador: Joanildo Burity
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
 

Relações Étnico-Raciais no Acervo da Fundaj

Este projeto objetiva realizar um levantamento acerca da prática discursiva da raça negra no circuito expositivo do Museu do Homem do Nordeste, no período compreendido entre 1979 - data da abertura e da primeira exposição do MUHNE - até a exposição de 2008. Nesse sentido, o Museu do Homem do Nordeste vem contribuindo no campo da Museologia de Pernambuco, em particular, e do Nordeste, de um modo geral, em conjunto com a pluriversidade (SILVA, 2004) da produção de conhecimento da Fundação Joaquim Nabuco. Dessa forma, o cenário de diversas correntes teórica-metodológicas contempla múltiplos recortes temáticos dos objetos. Para tanto, será realizada uma pesquisa documental tanto no Arquivo do Museu do Homem do Nordeste, quanto no Arquivo Administrativo da Fundaj, bem como nos documentos de publicidade institucional acondicionados no CEHIBRA com o intuito de coletar documentação textual e imagética e analisar as práticas discursivas produzidas no campo museal. A fundamentação teórica utilizada se pautará em Stuart Hall, teórico jamaicano dos Estudos Culturais, cujo eixo temático se assenta na etnicidade e na raça.

Coordenadores: Jefferson Lindberght de Sousa e José Luiz Gomes

Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Religião, Gênero e Habilidades Sociais: Considerações acerca da Condição Feminina no Protestantismo Brasileiro

A presente pesquisa pretende verificar, no contexto de 3 (três) capitais brasileiras – Recife, Vitória e Rio de Janeiro – de modo comparativo e interdisciplinar, em que medida as múltiplas configurações discursivo-teológicas presentes no protestantismo brasileiro de origem missionária e pentecostal dialogam (ou não) com as políticas públicas e culturais (ou mesmo iniciativas da sociedade civil) de enfrentamento ao sexismo, ao racismo e à intolerância religiosa. Sem esquecer, é claro, a problemática da questão étnico-racial no contexto das igrejas evangélicas, principalmente no que diz respeito à atuação de evangélicas negras em espaços de militância e de inserção social, por exemplo.

Coordenador: Robson Souza
Contato: -

Robson mantém um blog com conteúdo relacionado ao tema de Religião, Gênero e Habilidades Sociais. Você pode acessá-lo clicando aqui.

Seminário em Rede

O Seminário em Rede constitui uma série de seminários permanentes promovidos pela Fundaj como oportunidade de fortalecimento das pesquisas desenvolvidas nos programas de pós-graduação (MPCS, PPGECI). São convidados especialistas sobre o tema focado e suscitadas importantes discussões.

Coordenadora: Luciana Marques
Contato: -

Trocas Atlânticas

Suas atividades visam o atendimento da Lei 10.639/2003 bem como das prerrogativas dispostas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-raciais. Do mesmo modo se inscreve nas atividades da Década Internacional dos Afrodescendentes: afrodescendentes, justiça e desenvolvimento (2015-2024) da ONU, que tem como foco a “promoção de um maior conhecimento e um maior respeito aos diversos patrimônios, culturas e contribuições de afrodescendentes para o desenvolvimento das sociedades”.  Nesse sentido as atividades desenvolvidas no âmbito dessa pesquisa se engajam nesse propósito e na rede de pesquisadores do projeto Rota do Escravo da UNESCO, ao contribuir com estudos sobre as trocas e circulações de indivíduos, ideias, saberes e expressões culturais afrodiaspóricas.

Coordenadora: Cibele Barbosa
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

pi2d

 

 

  

Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.