Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Banco de dados da DIPES > Avaliação de resultados da gestão e práticas pedagógicas do programa mais educação no Brasil.
Início do conteúdo da página

Avaliação de resultados da gestão e práticas pedagógicas do programa mais educação no Brasil.

Publicado: Terça, 28 de Novembro de 2017, 14h56 | Última atualização em Segunda, 08 de Julho de 2019, 18h04 | Acessos: 805
Apresentação:
   A avaliação do funcionamento e resultados do Programa Mais Educação no Brasil é o objetivo da pesquisa AVALIAÇÃO DE RESULTADOS DA GESTÃO E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DO PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO NO BRASIL. Trata-se de uma pesquisa quantitativa que teve como referência as 45.492 escolas que fizeram adesão ao Programa em 2013, segundo dados fornecidos pela Diretoria de Currículos e Educação Integral do Ministério da Educação (MEC). Ao final, foram 1.638 escolas (distribuídas em 861 municípios), sorteadas aleatoriamente, com base em parâmetros estatísticos de estratificação, que garantem a proporcionalidade da distribuição por estado e por dependência administrativa. O dimensionamento da amostra foi efetuado considerando estimativas geradas com coeficiente de variação tolerável de 0,013 (1,3%), e nível de confiança 95%. Para mais detalhes do plano amostral está disponível o conjunto de relatórios do desenho amostral em arquivos em anexo abaixo.
   O Programa é uma iniciativa do governo federal para induzir a elaboração de uma política de educação em tempo integral para o ensino fundamental, em colaboração com entes federados, com o objetivo primordial de melhoria da aprendizagem. Está ancorado em uma concepção de educação integral que tem por princípio “a articulação das disciplinas curriculares com diferentes campos de conhecimento e práticas socioculturais”, por meio do diálogo entre conteúdos escolares e saberes locais (Decreto nº 70983/2010), consideram os sujeitos em suas múltiplas dimensões, quais sejam, cognitivas, corporais e sensitivas. Nessa compreensão, os processos de aprendizagem concebem o ser humano como um todo, sobretudo, despertando seu desejo por aprender. Desde sua criação em 2007, o Programa Mais Educação teve um crescimento vertiginoso, passando de 1.380 escolas para quase 60 mil em 2013.
   A pesquisa teve como foco a implementação do programa nas escolas. Com base na amostra aleatória, foram ouvidos dirigentes escolares e professores comunitários das escolas. Para coletar informações adicionais das práticas, também foram incluídos alunos, monitores e representantes das secretarias de educação. O fato de não existir um cadastro oficial dos alunos e monitores que participam do Programa impossibilitou que fosse calculada uma amostra representativa destes. Foi indicado para uma sondagem exploratória escolha de um aluno e de um monitor por escola. Ao final, foram validadas as respostas de 1.232 alunos e 1574 monitores.
   Os arquivos disponibilizados não fornecem o nome das escolas e/ou dos respondentes por questões éticas. Caso a identificação da escola seja central para o usuário dos dados, solicitamos que entrem em contato com a equipe do NEES para ajustar os procedimentos de uso de nossas instalações para gerar os cálculos necessários.
AmostraV2
Avaliacao gestores1
Avaliacao gestores2
Avaliacao gestores3
Avaliacao estudantes1
Avaliacao estudantes2
PercepoV2
Bases de dados:

Dicionários:
Plano Amostral:

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página