Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Alfredo Bertini assume como presidente da Fundaj
Início do conteúdo da página

Alfredo Bertini assume como presidente da Fundaj

Publicado: Segunda, 28 de Janeiro de 2019, 21h55 | Última atualização em Segunda, 28 de Janeiro de 2019, 21h55 | Acessos: 390

Cerimônia contou com a presença do ministro da Educação, professor Ricardo Vélez Rodríguez

“Eu sonhava em ser funcionário da Fundação Joaquim Nabuco”, disse Alfredo Bertini em seu discurso de posse como presidente da instituição. O titulo foi concedido em solenidade pelo ministro da Educação, professor Ricardo Vélez Rodríguez nesta segunda-feira (28) no Cinema do Museu, na sede da Fundaj em Casa Forte.

De acordo com o ministro Vélez, é uma satisfação empossar na presidência da Fundaj um grande intelectual como Alfredo Bertini. “Não tenho dúvida que a gestão dele será de grande sucesso”, destacou. Em sua primeira visita ao Nordeste, o ministro saudou também Joaquim Nabuco e Gilberto Freyre por representarem arquétipos de reconstrução da memória cultural regional.

Diante das centenas de convidados que lotaram o Cinema do Museu, o presidente Alfredo Bertini fez um resgate histórico e emocional sobre sua relação de longa data com a Fundaj. Ele ressaltou que o verbo “resgatar” será a palavra chave e o ponto de partida para sua gestão na casa, levando adiante a ideia de liberdade intelectual que as figuras de Nabuco e Gilberto representavam.

Os discursos tanto do ministro quanto do presidente contaram com intérpretes de libras e transmissão ao vivo na sala Calouste Gulbekian, também no campus Casa Forte. Dentre os nomes saudados pelo presidente em sua fala estiveram o reitor da UFPE, Anísio Brasileiro, os secretários de Educação de Pernambuco, Fred Amâncio, e do Recife, Bernardo D'Almeida, os ex-governadores do Recife Joaquim Francisco e Gustavo Krause, o ex-senador da república, Joel de Holanda, entre outros.

Vélez e Bertini se reuniram também no Conselho Diretor, na sala Gilberto Freyre, para discutir com diretores de escolas, reitores de universidades e gestores públicos a respeito do futuro da educação no país. Na ocasião, brindaram junto a Gilberto Freyre Neto e a curadora do Museu do Homem do Nordeste, Ciema Mello, que os presenteou com uma pequena jarra de licor de pitanga produzido pelo próprio Gilberto Freyre.

Museu e Cinemateca

Ao fim da visita, ambos seguiram para o Museu do Homem do Nordeste e para a Cinemateca acompanhados de monitores da casa. Bertini adicionou que o olhar da Fundação Joaquim Nabuco para o futuro será construído sobre o que a população exigir da casa.

Fim do conteúdo da página