Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Sala de Imprensa > Artigos > Concurso Rucker Vieira: 10 Anos – curta, em cada curta, essa longa década!
Início do conteúdo da página

Concurso Rucker Vieira: 10 Anos – curta, em cada curta, essa longa década!

Publicado: Segunda, 19 de Março de 2012, 16h41 | Última atualização em Quinta, 20 de Dezembro de 2018, 21h07 | Acessos: 13915
                                                                                              ruccker
Rucker, aos 18 anos, diante do seu monomotor "Brigadeiro Alves Seco", no Aeroclube de Pernambuco, no Pina, em 24 de dezembro de 1949. (Acervo Anco Márcio T. Vieira - Cehibra/Fundaj)

 

*Por Anízio Andrade

 

Rucker Vieira, aos 18 anos, planava e fazia acrobacias no ar em seu monomotor, pelo céu de Bom Conselho/PE. O Concurso de Roteiros Rucker Vieira, que reverencia o seu nome, também alçou voos altos pelos ares da área audiovisual, ao longo da sua primeira década.

Foram 18 documentários realizados, como resultado da premiação oferecida a cada edição do certame.Trabalhos reconhecidos e premiados no Brasil e fora dele.Um DVD  já autorado e outro em fase de finalização – Coleção Rucker Vieira (Volumes 1 e 2), com algumas obras já concluídas para a confecção do Volume 3.

A EBC/TV Brasil acreditou no que viu, deu o seu aval, e fez parceria com a Fundaj, para veiculação dos produtos gerados na sua grade de programação. Televisões e instituições educativas e culturais de vários estados brasileiros, também, têm apoiado a divulgação do certame, ao longo dos anos.

Conteúdos e imagens, numa linguagem às vezes “nua, crua e ousada”, para serem vistos e revistos, minuciosamente. Uma lição de versatilidade, intuição e detalhismo deixada pelo renomado fotógrafo-cineasta pernambucano Rucker Vieira – que também foi aviador e baterista de uma banda de jazz, que percorreu a Alemanha pelos idos 1960 – e absorvida pelas novas gerações que se embrenharam no segmento da produção audiovisual.

Temáticas atuais (Meio Ambiente, Prostituição, Exclusão Social, Vida Urbana, etc). Da janela que se abre e mostra momentos mágicos da história da nossa cinematografia (Janela Molhada), seguindo-se do olhar aguçado da câmera de um cineasta baiano “esculpindo” sonhos (O Artesão dos Sonhos), até as aventuras e deslumbres de um bem-humorado artista plástico (As Aventuras de Paulo Bruscky); do cotidiano dos pescadores urbanos do Recife (Quando a Maré Encher), saboreando o sustentável fruto do umbuzeiro do nosso sofrido Semiárido nordestino (Árvore Sagrada), à migração e aspectos do cotidiano da vida dos nordestinos em busca das múltiplas cores da Amazônia (Verde Terra Prometida).

Das diversas formas de discriminação (Gangarras do Bandeira), enviesando pelos sonhos e desvelos da vida de uma prostituta gaúcha (A minha Vida não é um Romance), aos olhares atentos, sentimentos e tensões diárias dos vigias noturnos de prédios (Vigias); do incrível fenômeno dos ventos numa cidade cearense (Aracati), ressaltando-se a fotografia panorâmica de anônimos e excluídos que vivem no Recife (Recife 3 X 4), à transição histórica em curso no Distrito Industrial e Portuário de Suape, nos municípios de Ipojuca e Cabo de Santo Agostinho/PE, onde milhares de trabalhadores migram do corte da cana-de-açúcar para a indústria, e o reflexo disto na vida das pessoas daquela região (Canavieiros) e muito mais. Cenas imperdíveis, para serem vistas com o Coração, sentidas na Pele e ouvidas com a Razão.

Com a 10ª Edição em andamento (etapa de inscrições), o concurso completa 10 anos de atividades. Outra temática de contexto em constante foco: Africantos: memórias e costumes do povo afro-brasileiro. Em sintonia com a Lei 10.639/03, que versa sobre o ensino obrigatório nas escolas públicas e particulares da história e cultura afro-brasileira e africana e ressalta a importância da cultura negra na formação da nossa sociedade.

O Rucker Vieira é isto: Uma viagem documental que desnuda, a cada edição, algumas nuances do Norte ao Sul de um Brasil de múltiplas caras. Uma inegável contribuição como uma ferramenta a mais no processo de educação no nosso país. 10 Anos: Que “soem os tambores” e rodem-se as imagens, cena a cena. Curta, em cada curta, essa longa década!

:: Acesse o edital e anexos da 10ª Edição do Concurso de Roteiros Rucker Vieira,  no  link abaixo:

ruckervieirafundaj.wordpress.com Dúvidas: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

*Analista em C&T da Fundaj, lotado na Massangana Multimídia Produções/Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Arte. Produtor do Concurso de Roteiros Rucker Vieira.



 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.