Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Pesquisadora da Fundaj tem trabalho premiado em concurso internacional
Início do conteúdo da página

Pesquisadora da Fundaj tem trabalho premiado em concurso internacional

Publicado: Terça, 20 de Julho de 2021, 10h24 | Última atualização em Terça, 20 de Julho de 2021, 10h24 | Acessos: 91

O ensaio de Cibele Barbosa destacou a recepção de Gilberto Freyre na França

A pesquisadora da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), do Centro de Documentação e de Estudos da História Brasileira Rodrigo Mello Franco de Andrade (Cehibra), Cibele Barbosa, foi premiada no 1° Concurso Internacional de Ensaios. O certame foi promovido pela Fundação Gilberto Freyre e pela Global Editora. A pesquisadora venceu o Prêmio Gilberto Freyre 2020-2021, com o ensaio “Escrita histórica e geopolítica da raça: a recepção de Gilberto Freyre na França”. O trabalho, resultado da pesquisa de doutorado de Cibele, defendido em 2011, será publicado pela Global Editora.

Ao longo do estudo, ela destaca a relação entre a obra de Freyre e o contexto pós-guerra na França, no cenário de descolonização dos continentes da África e Ásia. A pesquisadora abordou questões culturais, políticas, intelectuais e de raça para entender a recepção da obra entre o final dos anos 1940 e o início dos anos 1950. Suas pesquisas foram encontradas tanto em acervos franceses quanto brasileiros, tendo como referências a biblioteca da Fundaj e a Fundação Gilberto Freyre para encontrar levantamentos, livros, correspondências, artigos de jornais e revistas da época.

“Me sinto muito feliz e grata por ter participado de uma iniciativa tão importante para a promoção do conhecimento científico. Fico esperançosa para que mais iniciativas como essa ocorram para que outros pesquisadores também se interessem em submeter os seus trabalhos e mais pessoas conheçam a importância dessas pesquisas”, conta Cibele Barbosa. Ela ainda destacou o valor das pessoas e instituições de pesquisas e acervos para o desenvolvimento de trabalhos para a educação. A pesquisadora também integra o quadro de professores do Mestrado Profissional de Sociologia em Rede Nacional (Profsocio/Fundaj).

A comissão julgadora do concurso internacional apontou o rigor teórico-metodológico do ensaio da pesquisadora como um dos pontos de destaque para o Prêmio Gilberto Freyre 2020-2021.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.