Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Sustentabilidade e preservação são celebradas através de iniciativas da Fundaj
Início do conteúdo da página

Sustentabilidade e preservação são celebradas através de iniciativas da Fundaj

Publicado: Terça, 08 de Junho de 2021, 13h25 | Última atualização em Terça, 08 de Junho de 2021, 13h48 | Acessos: 43

Com programação virtual, Fundaj, Museu do Homem do Nordeste e Engenho Massangana celebraram o Dia Mundial do Meio Ambiente

 

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi comemorado internacionalmente no último sábado (05) com uma programação virtual da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), junto com o Museu do Homem do Nordeste e o Engenho Massangana. A data foi uma oportunidade para celebrar e reafirmar o compromisso dos equipamentos de promover sustentabilidade, conservação e preservação do meio ambiente por meio de ações com o público.

A celebração teve início com o lançamento do Plano de Sustentabilidade Ambiental da Fundação Joaquim Nabuco, feito pelo presidente da Casa, Antônio Campos, e o diretor de Planejamento e Administração (Diplad) da Instituição, Allan Jones. Um dos principais objetivos é que, até 2023, a instituição seja reconhecida pela comunidade acadêmica, setor público e sociedade civil por projetos que exploram a interdependência entre meio ambiente, educação e cultura. “Um dos protocolos que assinamos é com a economia circular, o IEC. O lixo eletrônico da Fundaj irá ser reutilizado e será também um aspecto social de utilização”, destacou Campos.

Um acordo de cooperação técnica com o Instituto de Inovação e Economia Circular para o recolhimento dos eletrônicos descartados pela Instituição foi assinado com o fundador do Instituto de Inovação e Economia Circular, Sávio França. Na ocasião, França destacou a importância do trabalho do Centro de Recondicionamento de Computadores de Pernambuco (CRC-PE). “O CRC Recife se caracteriza como o principal projeto do Instituto de Inovação e Economia Circular. Ele tem como propósito atuar na agenda da inclusão social e tem, como elemento principal para que gere esse impacto, dar uma solução para um grande problema que a sociedade: dos muitos resíduos gerados, talvez o que mais cresça seja o de equipamentos eletrônicos”, explicou.

Seguindo a programação, o coordenador-geral do Centro de Estudos em Dinâmicas Sociais e Territoriais (Cedist), da Diretoria de Pesquisas Sociais (Dipes), Neison Freire, falou sobre as ações relacionadas ao Meio Ambiente realizadas pela Diretoria. “O debate sobre o usos sustentáveis e ameaças às biodiversidades e também à própria vida no planeta envolvem todas as populações, todos os países do mundo”, contou. Neison ressaltou alguns dos estudos pioneiros desenvolvidos pelo corpo de pesquisadores da Casa com temas ligados ao meio ambiente, como a preservação do bioma caatinga e as consequências do derramamento de óleo no litoral do Nordeste em 2019.

Pensando em modernização e desenvolvimento sustentável, o diretor de Planejamento e Administração da Fundaj, Allan Jones, falou sobre como o Plano de Sustentabilidade da Instituição, lançado no Dia Mundial do Meio Ambiente, será colocado em prática. Dentre as ações estão a capacitação de servidores, o plantio de mais de 80 árvores nas dependência e a instalação de usina fotovoltaica no Engenho Massangana. A atuação sustentável ainda vai implementar iniciativas como o uso completo de documentação eletrônica e instalação de pontos de coleta seletiva dos três campi situados no Recife: Apipucos, Casa Forte e Derby.

No Instagram do MuHNE, crianças, adolescentes e seus familiares aprenderam como criar tintas naturais por meio da oficina do educador Ígor Amarante. Os únicos materiais utilizados eram cola branca, água, peneira e areia ou barro. "A conservação, a preservação, o uso consciente e a sustentabilidade são questões que simbolizam o processo de interação do homem e de seu meio. O educativo preparou algumas atividades e oficinas pensadas de forma consciente", contou a coordenadora de Ações Educativas do Museu do Homem do Nordeste, Edna Silva.

Já no Instagram do Engenho Massangana, a programação contou com oficina, dicas e mais atividades que fizeram parte do projeto “Fundaj Sustentável”. O engenho compreende 10 hectares de área verde e grande diversidade de fauna e flora, no Cabo de Santo Agostinho. O Ligeiro no Engenho foi uma das ações e apresentou a área externa do museu, que pode ser aproveitada para o lazer, com brincadeiras, jogos e piquenique. A monitora Tayane Ferreira gravou um vídeo apresentando um espaço para quem ainda não conhece.

Para relembrar o período antes da pandemia, quando o Engenho tinha muitas visitas e mediações, o #TBTMassangana reuniu algumas fotos desses momentos especiais. O passeio postado foi feito com alunos do ensino fundamental de colégios do Cabo de Santo Agostinho, para que eles pudessem conhecer as plantas presentes no entorno do museu e aprender mais sobre a relação entre a Mata Atlântica e o processo açucareiro no engenho. Durante a trilha, que também passou pelo Rio Massangana, os estudantes conversaram sobre preservação ambiental, desperdício de água e os riscos do descarte inadequado de lixo.

A equipe do Engenho ainda indicou seis cursos gratuitos e EAD que serão ofertados pelo Comitê Ecos de Pernambuco com temáticas referentes às questões sanitárias e ambientais. As qualificações serão ministradas pela Universidade Federal Rural de Pernambuco, com carga horária de 20h cada uma. Seguindo a programação em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente, a oficina de cultivo de ervas medicinais em garrafa pet, produzida pelo educador Enerson Silva, ensinou como cultivar hortelã reutilizando material reciclável. Ao longo do dia, o público interagiu pelos stories, com quizzes sobre sustentabilidade.

Todo o conteúdo está disponível no canal Fundaj Oficial do YouTube e também no Instagram da Fundaj, Engenho Massangana e Museu do Homem do Nordeste.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.