Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Fundaj envia ofício ao Iphan pedindo registro do espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém como Patrimônio Imaterial do Brasil
Início do conteúdo da página

Fundaj envia ofício ao Iphan pedindo registro do espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém como Patrimônio Imaterial do Brasil

Publicado: Segunda, 05 de Abril de 2021, 14h58 | Última atualização em Segunda, 05 de Abril de 2021, 15h01 | Acessos: 37

Ofício foi encaminhado nesta segunda-feira (5) pelo presidente da Instituição, Antônio Campos, por email

 

 

O presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Antônio Campos, enviou, por email, nesta segunda-feira (5), ofício à Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Pernambuco. No documento, solicita que o Espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém seja registrado como Patrimônio Imaterial Cultural do Brasil. O ofício foi endereçado à superintendente do Iphan em Pernambuco, Renata Borba.

No documento, o presidente da Fundaj afirma que “a riqueza do espetáculo, como arte cênica, justifica, plenamente, o pedido que ora fazemos, no momento mais agônico e desafiador de sua história, o espetáculo paralisado por conta da pandemia que se espalhou no mundo inteiro”. O pedido tem como inspiração as políticas públicas do Iphan voltadas para a manutenção dos patrimônios imateriais e difusão de cultura pelo Brasil.

"Em conversa com Robinho Pacheco, na última sexta-feira, desejei a ele, a seus familiares e aos que fazem a sociedade teatral votos de amizade. Informei que estou empenhado em contribuir para a manutenção do espetáculo", afirmou Antônio Campos.

Também na última sexta, o presidente da Fundaj buscou apoio do ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, que já estava vendo como apoiar, tendo colocado uma equipe técnica para estudar a melhor forma de apoiar o espetáculo. "Trata-se de um patrimônio do Brasil, tem que ser mantido ", reforça Campos.

Pelo segundo ano consecutivo o espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, foi cancelado devido à pandemia. Realizado há 53 anos em Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco, o espetáculo emprega mais de 500 atores. Já atraiu mais de 4 milhões de espectadores, muitos deles turistas de outros estados e do exterior. É o maior teatro ao ar livre do Mundo.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.