Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Fundaj divulga balanço de Carnaval
Início do conteúdo da página

Fundaj divulga balanço de Carnaval

Publicado: Quinta, 18 de Fevereiro de 2021, 11h04 | Última atualização em Segunda, 22 de Fevereiro de 2021, 10h58 | Acessos: 51

A Instituição promoveu uma programação multiplataforma. Na internet, foram mais de 7 mil interações

 

Pela primeira vez na história do Carnaval, a folia não ganhou as ruas. Por outro lado, as redes sociais e demais plataformas virtuais possibilitaram uma nova experiência com o evento mais emblemático do País. Com programação multiplataforma, a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) homenageou nomes como o cronista Antônio Maria, que faria 100 anos em 2021, e o vívido Maestro Duda no seu Carnaval de Todos os Tons. Na internet foram mais de 7 mil interações, entre os dias 8 e 16 de fevereiro, contabilizando acessos a plataforma de streaming da Cinemateca Pernambucana, views do canal do YouTube e curtidas nas principais redes sociais da Instituição.

Dentre os destaques, o Museu do Homem do Nordeste em parceria com a Massangana Audiovisual lançaram uma série Carnaval de Olinda, que reúne quatro registros de vídeo em formato 360º de blocos como Cariri Olindense e Boi da Mata. Para quem não saiu de casa ou quem nunca visitou o maior Carnaval de rua do mundo, por questões geográficas, essa foi a oportunidade — e continua sendo em youtube.com/fundacaojoaquimnabuco. As produções contaram com 1.110 views. No canal, o público conferiu também um pouco da programação, como o lançamento do Concurso Nordestino de Frevo, que contou com a presença do homenageado Maestro Duda.

“A Fundaj pensou um Carnaval diferente para manter acesa a chama mesmo em época de pandemia”, ressaltou o presidente da Instituição, Antônio Campos. Ainda no YouTube, o internauta conferiu conteúdo extra como registros do Bloco Sempre Feliz, do Clube Vassourinhas, Maracatus e Caboclinhos. Dentre as visitas, a do clube carnavalesco Elefante de Olinda, que deixou seu registro sobre o documentário Olha o Frevo (1970), de Rucker Vieira. “Lindo filme! Viva o frevo, patrimônio imaterial da humanidade”, escreveu. Já os Guerreiros do Passo festejaram a memória. “Maravilhosa lembrança! Especialmente nessa época, de pandemia e de não Carnaval.”

Com uma seleção especial, a Mostra Cinemateca Pernambucana na Folia contou com mais de 1.900 acessos. No roteiro, exibiu filmes como Lá vem o frevo, de Rucker Vieira (206 acessos), Sete Corações, de Dea Ferraz (149 acessos) e Maracatus maracatus, de Marcelo Gomes (128 acessos). Ao todo, 14 títulos foram indicados para o público. Enquanto isso, o Instagram contabilizou um total de 2.997 curtidas nas publicações preparadas para o período. Dentre elas, a exposição La Ursa de Carnaval, do Museu do Homem do Nordeste. Mas também curiosidades sobre a origem dos estandartes, das máscaras e dos concursos, oficina de confecção de adereço, indicação de livros e muito mais.

Físico
Em um resgate ao nome do pintor Manoel Bandeira, a Instituição promoveu ainda um passeio pelos carnavais da primeira metade do Século 20. A exposição Carnaval: Nassau, Frevo, Cana e Caju ocupou o Piso 1 do Shopping Recife, em Boa Viagem, e apresentou desenhos de fantasias do artista escadense para o Anuário do Carnaval Pernambucano. Os registros datam de 1938 e foram exibidos em tamanho humano para o público que visitou o centro comercial entre os dias 8 e 17. Para quem não aproveitou a oportunidade, é possível conferir um pouco do que rolou nas redes da Fundaj.

Carnaval dos Pequenos
Em sua edição de fevereiro, realizada no dia 21, o Domingo dos Pequenos se vestiu de folia para a criançada. O Educativo do Museu do Homem do Nordeste (Muhne) realizou, em formato virtual, três oficinas para o público: confecção de máscara La Ursa de Carnaval; estilização de máscara de tecido; confecção de ganzá, instrumento musical de percussão. As atividades foram conduzidas pelos educadores Olga dos Santos, Murilo Dayo e Élida Nathália, respectivamente.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.