Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Anpec aprova artigos com dados levantados pela Fundação Joaquim Nabuco
Início do conteúdo da página

Anpec aprova artigos com dados levantados pela Fundação Joaquim Nabuco

Publicado: Quinta, 01 de Outubro de 2020, 16h51 | Última atualização em Quinta, 01 de Outubro de 2020, 16h56 | Acessos: 91

Pesquisa "Acompanhamento Longitudinal do Desempenho Escolar de Alunos da Rede Pública de Ensino Fundamental do Recife” coordenada pelas pesquisadoras da Fundaj Isabel Raposo e Michela Gonçalves, deu origem aos trabalhos selecionados

Considerado um dos eventos mais influentes na área da economia no Brasil, o 48º Encontro Nacional de Economia contará, este ano, com dois artigos que utilizam dados oriundos dos trabalhos de campo apurados pela Fundação Joaquim Nabuco. A Associação Nacional dos Centros de Pós-Graduação em Economia (Anpec) selecionou para a categoria "Economia Social e Demografia Econômica" o artigo com a participação de pesquisadoras da Diretoria de Pesquisas Sociais (Dipes) da Fundaj e também por professores da rede de Universidades Federais do MEC, ambos utilizando as bases de dados geradas pela pesquisa "Acompanhamento Longitudinal do Desempenho Escolar de Alunos da Rede Pública de Ensino Fundamental do Recife”, assinada pelas pesquisadoras da Casa Isabel Raposo e Michela Gonçalves. O evento será realizado de forma remota, de 7 a 11 de dezembro.

O artigo “Avaliação das horas de sono no desempenho acadêmico dos alunos do 6º e 7º anos de escolas públicas da cidade do Recife” é de coautoria da pesquisadora da Fundaj Isabel Pessoa Raposo junto ao doutorando do departamento de economia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Andrewen Felipe Santos, à mestre em economia da saúde da UFPE, Adriana Leite dos Santos e à professora do departamento de economia da UFPE, Tatiane de Menezes. O segundo trabalho aprovado foi “Efeito da educação pré-primária no desempenho escolar”, dos autores Fábio Nobuo Nishimura, da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), Nathalia de Pinho Markus e Felipe Resende Oliveira, ambos da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT).

A apuração da pesquisa "Acompanhamento Longitudinal do Desempenho Escolar de Alunos da Rede Pública de Ensino Fundamental do Recife” foi dividida em dois momentos de trabalho de campo. O primeiro ocorreu em 2013. A base de dados coletada neste ano foi cedida à Universidade Federal do Mato Grosso e outras instituições para que, a partir deste estudo, professores e alunos desenvolvessem outros trabalhos voltados à educação.

A segunda etapa foi realizada nos anos de 2017 e 2018, por meio de entrevistas feitas com cerca de 4.500 alunos. “A base foi toda desenvolvida na Fundaj pelos seus pesquisadores. Todo o trabalho pesado foi promovido pela Casa. Entrevistamos pais, professores, tivemos contato com algumas Secretarias Municipais e Estaduais para conseguirmos determinadas autorizações. Depois desse processo, liberamos as informações para os bancos de dados e os pesquisadores tiveram acesso ao conteúdo levantado”, explicou o Diretor de Pesquisas Sociais (Dipes) da Fundaj, Luiz Henrique Romani, atuante na parte técnica do projeto.

Segundo Isabel Raposo, pesquisadora da Dipes da Fundaj, o artigo científico “Avaliação das horas de sono no desempenho acadêmico dos alunos do 6º e 7º anos de escolas públicas da cidade do Recife” avalia parâmetros que podem se relacionar ao desempenho acadêmico dos estudantes investigados. “Essa pesquisa tem o intuito mais micro que macro, pois não buscamos avaliar o sistema educacional. Com ela procuramos investigar o universo mais próximo possível do aluno, como o relacionamento com a família, os amigos, professores e como essa relação contribui e influencia para a vida educacional de cada um”, explicou a coautora do artigo.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página