Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > DIPES > DIPES > Pesquisas e Atividades
Início do conteúdo da página

Pesquisas e Atividades

Publicado: Sexta, 14 de Agosto de 2020, 11h19 | Última atualização em Terça, 20 de Outubro de 2020, 17h15 | Acessos: 734
Atividade:
 
Programa de Ações para Educação no Semiárido Brasileiro
 
Responsável pelo projeto/atividade:
Edilene B. Pinto
 
Equipe envolvida no projeto/atividade:
Janirza C. Rocha Lima; João Suassuna; Edneida Cavalcanti
 
Parcerias:
Rede de Educação do Semiárido Brasileiro (Resab); Proex/Univasf; PPGESA/Uneb; Secretaria de Educação de Petrolina; Secretaria de Educação da Bahia; Secretaria de Educação de Juazeiro-BA; Associação de Desenvolvimento Comunitário (ADAC); Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa); Coordenação-Geral do Ensino Fundamental (CGEF/DPR/SEB)MEC; Coordenação Geral de Formação de Professores(CGFP/DICAP/SEB)MEC; Coordenação-Geral de Materiais Didáticos (CGMD/DARE/SEB)MEC e Coordenação Geral de Inovação e Interação com o Trabalho (CGIIT/ DPR/SEB)MEC.
 
Breve descrição
Atividade criada no âmbito do gabinete da presidência da Fundaj e posteriormente transferida para a Coordenação Geral do Cedist considerando as suas especificidades de ações.
Esse Programa busca manter uma ação permanente de articulação com as instituições e/ou organizações que desenvolvem atividades relevantes na região semiárida brasileira para que juntos possamos trabalhar buscando contribuir para a efetivação de
uma política educacional condizente à melhoria das condições de vida da população do Semiárido brasileiro.
 
Objetivos Geral:
Desenvolver um conjunto de ferramentas que tenham como base a implementação dos Planos Nacional, Estaduais e Municipais de Educação e os projetos político-pedagógicos nas escolas públicas do Semiárido, a luz da Educação Contextualizada para a Convivência com e nessa região. Especificos: - Promover a difusão do conhecimento científico e/ou empírico sobre a região semiárida, bem como sobre as experiências de convivência com a região. - Promover formação de professores, gestores educacionais e/ou coordenadores pedagógicos. - Desenvolver pesquisas visando conhecer a realidade da Educação na região semiárida. - Promover a produção de material didático e/ou paradidático com base na Convivência com o Semiárido. - Promover concursos e ou premiações valorizando a cultura local.
 
Justificativa:
A partir do processo de construção dos programas institucionais da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), refletiu-se sobre a convocação realizada pelo Ministério da Educação (MEC) para que a Instituição estivesse envolvida nas ações de construção e desenvolvimento do Plano Nacional de Educação (PNE) e em torno dele, dos Planos Estaduais e os Planos Municipais de Educação.
 
Além disso, o país possui uma série de normas voltadas para as questões da sustentabilidade, seja tanto no plano da vida urbana quanto no plano da vida rural. E em torno disso vem se desenvolvendo ações que envolvem políticas de recursos hídricos e convivência com a seca, construção de políticas para agricultura familiar, dentre outras.
Essas questões se entrelaçam quanto à especificidade da construção de Planos e de Políticas de Educação e Cultura na grande região que é o Semiárido brasileiro, área que envolve mais de 26 milhões de habitantes, distribuídos nos Estados da região nordestina do país.
 
Com essa preocupação a Fundação Joaquim Nabuco iniciou um processo de discussão com os seus técnicos, pesquisadores, analistas e assistentes que há anos desenvolvem ações no campo da Educação, da Cultura, dos Recursos Hídricos, do Convívio com a Seca e das Políticas Ambientais, com as questões da Sustentabilidade, para que nesse entrelaçamento de práticas e de saberes desenvolvesse um conjunto de ferramentas que tivesse como lastro a implementação do Plano Nacional de Educação e a sua relação com as ações culturais no semiárido brasileiro.
Considerando que ações quando são construídas e trabalhadas coletivamente e principalmente envolvendo o sujeito alvo dessas ações, as chances de obtenção de êxito são bem maiores, na realização desse projeto, busca-se convocar as instituições e/ou organizações que desenvolvem atividades relevantes na região semiárida, para
que juntos se construa essas ferramentas e/ou colabore na implementação de ferramentas com avaliação comprovada.
 
 Público-alvo:
Gestores e/ou coordenadores pedagógicos; Professores; Alunos de escolas públicas do Semiárido.
 
Abrangência :
Regional
 
Metas para 2020:
- Celebração de Acordo de Cooperação Técnica entre a Fundaj e a Prefeitura de Afogados da
Ingazeira-PE.
- Realização da XI Reunião Técnica.*
- Realização da XII Reunião Técnica.*
- Realização da XIII Reunião Técnica.*
- Realização do Módulo I da Formação Continuada em ECSAB em Afogados da Ingazeira-PE.***
- Realização do Módulo II da Formação Continuada em ECSAB em Afogados da Ingazeira-PE.**
- Celebração de Acordo de cooperação Técnica entre a Fundaj e a Prefeitura de Cabrobó– PE**

*A depender das normas de confinamento social e regime de trabalho vinculadas a pandemia do
coronavírus e, consequentemente, a disponibilidade dos parceiros para realização das metas.
** Considerando que a coordenadora do projeto, bem como a pesquisadora componente da equipe de
trabalho pertencerem ao Grupo de Risco e só retornarão as suas atividades presenciais quando não
houver nenhum grau de risco, fez-se necessária a redefinição dos prazos de entregas dos produtos.
***Com a presença da Secretária de Educação de Afogados da Ingazeira na XI reunião Técnica realizada
em 28/8/2020, ficou acordado uma pre-agenda para o início do Módulo I da Formação para
março/2021.
registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.