Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Muhne participa da 11ª edição do Prêmio Ibermuseus de Educação para ampliar práticas educativas
Início do conteúdo da página

Muhne participa da 11ª edição do Prêmio Ibermuseus de Educação para ampliar práticas educativas

Publicado: Quarta, 29 de Julho de 2020, 18h15 | Última atualização em Quarta, 29 de Julho de 2020, 18h15 | Acessos: 32

O objetivo é fortalecer a função social dos museus por meio do fomento à realização de projetos voltados para a educação

Com a troca de experiências, as instituições museológicas se aproximam uma das outras. É justamente o compartilhamento das vivências de cada participante de diversas áreas dos equipamentos culturais espalhados por todo o mundo que amplia os conceitos e as práticas educativas dos museus. Diante desse contexto, o Museu do Homem do Nordeste (Muhne), vinculado à Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), participará da 11ª edição do Prêmio Ibermuseus de Educação.

Realizado há uma década, o Prêmio Ibermuseus de Educação tem o objetivo de fortalecer a função social dos museus por meio do fomento à realização de programas educativos. Ao longo dessa trajetória, 240 trabalhos de instituições museológicas foram premiados pela Ibero-América. O edital deste ano está incentivado o desenvolvimento de 20 projetos exclusivamente em ambiente virtual.

A busca do Educativo do Muhne pela inovação de práticas educativas e mudanças de paradigmas possibilita sonhos. “É uma excelente oportunidade de acesso ao que está sendo pesquisado e produzido atualmente. Os espaços de debate dessas temáticas ajudam e enriquecem o Museu do Homem do Nordeste. O Prêmio Ibermuseus de Educação existe há dez anos e tem relevância. É também uma forma de aproximação com diferentes educadores, do Ceará, da Bahia, de São Paulo, entre outros”, destacou a coordenadora do Educativo do Muhne, Edna Silva.

“Toda aproximação é importante. Essas relações trazem atualizações para todos os lados envolvidos. O Museu do Homem do Nordeste abre a porta para todos, promove debates e traz discussões que retratam realidades do cotidiano”, completou Edna.

Funcionamento

Todo o processo é online pela plataforma de editais do Ibermuseus http://convocatoria.ibermuseus.org/es/, entre os dias 1 e 20 de agosto. Após a avaliação, os três projetos mais bem pontuados do Brasil seguirão para a fase final, que será realizada por uma comissão ibero-americana composta por especialistas do México, Brasil e Espanha. Lançado no dia 30 de junho de 2020, o edital está disponível no http://www.ibermuseos.org/recursos/noticias/23311/. As inscrições vão até o dia 31 deste mês.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página