Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Fundaj realiza palestra sobre o Coronavírus: “É preciso ter cuidado, mas sem pânico”
Início do conteúdo da página

Fundaj realiza palestra sobre o Coronavírus: “É preciso ter cuidado, mas sem pânico”

Publicado: Quarta, 04 de Março de 2020, 14h17 | Última atualização em Quarta, 04 de Março de 2020, 14h24 | Acessos: 299

Cinema da Fundação Joaquim Nabuco/Museu recebeu o médico infectologista Moacir Jucá na manhã desta quarta-feira (4)

Assunto mais falado no mundo, o Coronavírus foi tema de discussão na Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). Na manhã desta quarta-feira (4), a instituição federal realizou um debate - aberto ao público - sobre a doença. Com a participação de servidores da Casa, de funcionários e de estagiários, além da presença de estudantes de uma escola municipal (José Coller, da Vila da Fábrica/Camaragibe) e outra estadual (Escritor Paulo Cavalcanti, de Rio Doce/Olinda), a palestra foi ministrada pelo médico infectologista Moacir Jucá com o apoio da médica da Fundaj, Cecília Carvalho. O evento gratuito aconteceu no Cinema da Fundação/Museu, no bairro de Casa Forte, e durou quase uma hora e meia.

O que chamou a atenção no encontro foi o interesse dos alunos/as dos colégios. A criançada indagou o palestrante em vários momentos com os seguintes questionamentos: "Como é transmitido o Coronavírus?"; "O Coronavírus pode matar?"; "O que é preciso fazer para não pegar a doença?".

“Com o apoio do setor de Recursos Humanos da Fundaj, temos promovido todo mês uma palestra ligada à saúde. Atualmente o mundo enfrenta um grande desafio. O coronavírus precisa ser discutido sem alarmismo e com muita cautela. O assunto é quase uma pandemia mundial. O melhor caminho é saber como se prevenir corretamente”, declarou o presidente da Fundaj, Antônio Campos.

Em sua fala, o palestrante Moacir Jucá destacou que é preciso ter cuidado, mas sem pânico. “Consciência é a palavra. Essa questão do medo é natural, mas não podemos entrar em desespero. Temos que cumprir as medidas preventivas para acabar com esse problema, que está sendo abordado de forma exagerada e que acaba gerando estresse na maioria das pessoas”, afirmou.

Após reforçar sobre a prevenção da doença e destacar ações em caso de suspeita de contágio, o médico infectologista Moacir Jucá respondeu perguntas dos participantes e tirou dúvidas. Por fim, recebeu um brinde da Fundação Joaquim Nabuco pelo encontro.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página