Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > 100ª Reunião do Condir aprova três pautas
Início do conteúdo da página

100ª Reunião do Condir aprova três pautas

Publicado: Quinta, 19 de Dezembro de 2019, 17h36 | Última atualização em Quinta, 19 de Dezembro de 2019, 19h53 | Acessos: 253
 
Sessão aconteceu nesta quinta-feira, na Sala Gilberto Freyre, no campus Casa Forte. Ordem do Dia contou com relatório de pesquisa, cooperação e plano de desenvolvimento

Última do ano de 2019, a 100ª Reunião Ordinária do Conselho Diretor (Condir) da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) foi realizada na manhã desta quinta-feira (19), na Sala Gilberto Freyre, no campus Casa Forte. Todas as três pautas propostas na Ordem do Dia foram aprovadas na sessão: Relatório Final de Pesquisa: Políticas Habitacionais de Interesse Social no Brasil à Luz dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, o Acordo de Cooperação com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e o Plano de Desenvolvimento Institucional 2020/2024 da Diretoria de Formação Profissional e Inovação (PDI/Difor). 

Antes da abertura da reunião, o presidente da Fundaj, Antônio Campos, ressaltou que era o último encontro do ano. "A casa encerra as sessões em 2019. Ao longo do ano, discutimos itens de extrema relevância e importância em prol da Fundação Joaquim Nabuco", declarou. 

Proposto pela Diretoria de Pesquisas Sociais (Dipes), o primeiro item da pauta - Relatório Final de Pesquisa: Políticas Habitacionais de Interesse Social no Brasil à Luz dos objetivos de Desenvolvimento Sustentável, Agenda 2030/ONU + Plano de curso em Planejamento e Gestão Habitacional para Quadros Sociais - teve a aprovação. A pesquisa tem como objetivo geral a avaliação das políticas nacionais de habitação recentes e, especificamente, o Programa Minha Casa Minha Vida - PMCMV, utilizando indicadores, considerados mais pertinentes e disponíveis, associados aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável - ODS, da Agenda 2030 da ONU. 

"A pesquisa objetivou, inicialmente, examinar e definir as características gerais e invariantes das políticas habitacionais de interesse social das últimas décadas, além de observar os principais rebatimentos destas características sobre os programas habitacionais com atenção especial para os últimos programas perpetrados pelo governo federal, especificamente o Programa Minha Casa Minha Vida", destacou o diretor da Diretoria de Formação Profissional e Inovação (Difor), Wagner Maciel, relator do processo. 

Apresentada pela Diretoria de Formação Profissional e Inovação (Difor), a segunda pauta aprovada foi a do Acordo de Cooperação com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que ampliará o atendimento técnico-institucional do FNDE oferecendo suporte institucional, com possibilidade de utilização da força de trabalho e instalações da casa. 

"O Acordo de Cooperação entre as instituições promoverá o intercâmbio de experiências, informações e tecnologias proporcionando soluções aos problemas apresentados pelos municípios da região Nordeste em relação aos programas do FNDE, além de propiciar conhecimento por meio de educação continuada (cursos em EAD e semipresenciais) aos técnicos e gestores municipais de educação", afirmou a diretora de Planejamento e Administração da Fundaj, Maria Galliza. O terceiro item da pauta,  o  Plano de Desenvolvimento Institucional 2020/2024 da Diretoria de Formação Profissional e Inovação (PDI/Difor), teve relatoria do diretor da Dipes, Carlos Osório.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página