Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Sessão de exibição de curtas na Fundaj encerra calendário de comemorações do Centro Josué de Castro
Início do conteúdo da página

Sessão de exibição de curtas na Fundaj encerra calendário de comemorações do Centro Josué de Castro

Publicado: Quinta, 10 de Outubro de 2019, 18h05 | Última atualização em Quinta, 10 de Outubro de 2019, 18h08 | Acessos: 79

O evento está programado para às 19h da próxima segunda-feira (14) no Cinema da Fundação/Museu

A Fundação Joaquim Nabuco abre suas portas na próxima segunda-feira (14), às 19h, para o encerramento do ciclo de comemorações de 40 anos do Centro Josué de Castro. Com o tema “Nas margens do homem, a maré”, serão exibidos cinco curtas metragens com temas que abordam a relação da sociedade com a natureza.

Josué de Castro foi um médico revolucionário, estudioso da fome e autor de inúmeros títulos essenciais para a compreensão da miséria no Brasil. Ele conseguiu romper o pensamento de que a fome e a miséria no mundo eram resultados de um excesso populacional e da escassez de recursos naturais.

Ao longo da vida, Castro recebeu várias homenagens como reconhecimento do seu trabalho. Entre elas, o Prêmio José Veríssimo, Roosevelt e o Prêmio Internacional da Paz. Em 2012 a Fundaj adotou o acervo do Centro Josué de Castro, localizado no bairro da Boa Vista, com mais de 30 mil itens, entre livros, cartas, documentos pessoais, fotografias e vídeos.

“Fico tranquila em saber que a Fundaj cuida bem desse acervo, principalmente porque este é um momento de retomada de contatos”, conta a presidente do Centro Josué de Castro, Nanci Lourenço.

A sessão de exibição dos filmes acontecerá no Cinema da Fundação, campus Casa Forte da Fundaj. Entre as produções, os curtas “O Jardim do Futuro”, “Beira a rio”, “Quando a Maré Encher”, “Paisagem Fluida” e “Homens e Caranguejos”.

 

Serviço:

Dia 14 de outubro, a partir das 19h.

Cinema da Fundação/Museu (Fundaj Casa Forte).

Curtas:

O Jardim do Futuro (dir. Victor Jiménez, 2019, 10 min);

Beira a rio (dir. CaJU, 2019, 5 min);

Quando a Maré Encher (dir. Oscar Malta, 2007, 30 min);

Paisagem Fluida (dir. Lula Queiroga, 2005, 8 min);

Homens e Caranguejos (dir. Paulo de Andrade, 2017, 20 min);

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página