Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Fundaj e Fundação Bachiana Filarmônica oficializam parceria que leva música erudita para jovens em situação de vulnerabilidade
Início do conteúdo da página

Fundaj e Fundação Bachiana Filarmônica oficializam parceria que leva música erudita para jovens em situação de vulnerabilidade

Publicado: Sábado, 05 de Outubro de 2019, 22h38 | Última atualização em Sábado, 05 de Outubro de 2019, 22h39 | Acessos: 232

Maestro João Carlos Martins foi recebido na Fundaj para assinatura de protocolo, lançamento de livro e exibição de filme no hall do Museu do Homem do Nordeste 

“Ele fez de suas mãos multiplicar várias outras mãos. Como diz em seu livro, ‘João de A a Z’, quem sabe dividir é aquele que multiplica e vai ter a boa colheita.” Assim o presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Antônio Campos, apresentou o maestro João Carlos Martins ao público na noite deste sábado (5), no hall do Museu do Homem do Nordeste. A ocasião foi o firmamento de um protocolo de intenções entre Fundaj e Fundação Bachiana Filarmônica, idealizada pelo maestro. A cerimônia também foi palco do lançamento do livro João de A a Z e da exibição do filme João, o Maestro e da apresentação da Banda Sinfônica de Paulista.

“João Carlos Martins é a prova de que a música venceu, que a resiliência venceu e que o homem pode fazer da dificuldade a precursora de um caminho maior”, afirmou o presidente. Foi dessa resiliência que partiu a ideia de estabelecer o protocolo de intenções entre as duas fundações, unindo e trazendo música erudita e popular para o alcance de jovens em situações de vulnerabilidade. O protocolo inicial, segundo o presidente, firma o compromisso da gestão e, em breve, virará um termo de cooperação que garante ao menos dez eventos em parceria com a Fundação Bachiana dentro dos espaços da Fundação Joaquim Nabuco.

Aproveitando a solenidade, o presidente da Fundaj fez um convite ao maestro para agregar à campanha do Natal Sem Fome, que contará com todos quatro pontos Fundaj como ponto de arrecadação de donativos durante o mês de dezembro .“Vamos fazer uma grande campanha, convidar João a voltar aqui e dar um concerto na Fundaj perto do Natal, celebrando um Natal mais fraterno, com mais música e com mais esperança”, discorreu o presidente da Fundaj.

Pródigo pianista e renomado intérprete do compositor alemão Johann Sebastian Bach, João Carlos já tocou mais de mil e 700 concertos, levando a música para grandes teatros e periferias. Ele se declarou orgulhoso por isso, e por mais algumas conquistas da noite. “Primeiro por ouvir essa orquestra maravilhosa que dá exemplo de ritmo para qualquer banda desse país. E esse maestro maravilhoso, que rege com a maior tranquilidade do mundo. Segundo, pela fundação que eu idealizei, para qual eu dedico minha vida, ter uma ligação com a Fundação Joaquim Nabuco, que significa tanto para o Brasil”, afirmou.

Após a assinatura do protocolo, o maestro foi convidado a reger a Banda Sinfônica de Paulista ao som da clássica marchinha de carnaval “Frevo das Vassourinhas”, que rendeu-lhe aplausos de pé do público e dos orquestrantes. João Carlos autografou exemplares de seu livro e seguiu, junto ao público, para a exibição do filme sobre sua carreira no Cinema da Fundação/Museu.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página