Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Imprensa > Fundaj homenageia João Cabral de Melo Neto na Bienal
Início do conteúdo da página

Fundaj homenageia João Cabral de Melo Neto na Bienal

Publicado: Quarta, 02 de Outubro de 2019, 16h53 | Última atualização em Segunda, 07 de Outubro de 2019, 13h10 | Acessos: 325

Lançamentos de livros e oficinas educativas serão realizadas no estande, que teve como inspiração o centenário do escritor, celebrado em janeiro do próximo ano. Abertura oficial do espaço será no sábado (5), às 17h 

A Fundação Joaquim Nabuco, por meio da sua Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Arte (Dimeca), e da Editora Massangana, promove dez dias de programação recheada de oficinas, workshops, filmes, apresentações e lançamentos na XII Bienal Internacional do Livro de Pernambuco. As atividades serão reunidas em um estande temático, que nesta edição homenageia os 100 anos de nascimento do poeta João Cabral de Melo Neto, comemorados em 2020. O evento acontece de 4 a 13 de outubro, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

“Resgatar a memória de uma figura como João Cabral de Melo Neto e antecipar seu centenário com lançamentos de livros e atividades para o público perpetua seu papel enquanto transformador social. Assim como ele, a Fundação Joaquim Nabuco é uma importante difusora da história pernambucana. Esses dois nomes juntos em um evento como a Bienal do Livro de Pernambuco é de grande riqueza cultural”, explicou o presidente da Fundaj, Antônio Campos.

Ao disponibilizar acesso a seus acervos digitais, a Fundaj proporcionará um contato mais próximo do público com a Cinemateca Pernambucana, o Museu do Homem do Nordeste (Muhne) e o Laboratório de Pesquisa, Conservação e Restauração de Documentos e Obras de Arte (Laborarte). Os visitantes poderão realizar atividades educativas, participar de lançamentos de livros, bate-papos e homenagens, além de aprender, de modo interativo, sobre os cuidados que devem ter com obras e patrimônio. “A Bienal é uma das principais feiras regionais do livro e a Fundação estará representada, de forma coesa, com cada uma de suas diretorias”, afirmou Mário Hélio, diretor de Memória, Cultura, Educação e Arte (Dimeca). da Fundaj.

A Editora Massangana estruturou sua participação na programação a partir dos pilares da comunicação e criatividade por meio de atividades multidisciplinares relacionadas entre si. Autores e leitores terão um encontro marcado com a imaginação e conhecimento. “Interligamos cultura, educação, pesquisa e documentação de maneira a colocar em evidência a riqueza dos campos de atuação da Fundação Joaquim Nabuco”, destacou Elizabeth Mattos, coordenadora da Editora Massangana.

No primeiro dia de evento, na sexta-feira (4), o estande ficará disponível para visitas mediadas, vendas de livros e exibições da Cinemateca Pernambucana. No sábado (5), acontece a inauguração oficial do espaço, às 17h. Haverá uma saudação inicial do presidente Antônio Campos uma apresentação de trechos musicados de Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto, e o lançamento da edição especial de 46 anos da revista científica Ciência & Trópico. Nos dias seguintes, o público poderá desfrutar de atividades para todas as faixas-etárias.

Reforçando a importância da preservação de acervos com suporte em papel, o Laboratório de Pesquisa, Conservação e Restauração de Documentos e Obras de Arte (Laborarte/Fundaj) realiza o Workshop Noções de Conservação Preventiva de Livros e Documentos. Os participantes terão noções das principais causas da degradação provocada por fatores climáticos, ataques biológicos, incidência da luz e manuseio inadequado.

Os aprendizes vão conhecer também as etapas e os procedimentos para higienização, acondicionamento em locais de guarda de acervos bibliográficos e documentais e os materiais utilizados durante os processos de restauração em papel.

Ao todo, serão lançados dez livros durante o evento. Os lançamentos das obras: “Para ler o seu bairro”, “Filhos das Feiras”, “A Corrida pelo Rio”, “Cinema Brasileiro nos Jornais: Uma análise da crítica cinematográfica na Retomada”, “Conhecendo o semiárido (I e II)” e “Cotidianos afrodescendentes, Educação, diversidade e cultura” contarão com a presença dos autores e com bate-papo sobre conteúdos e processos adotados em cada obra.

Para o lançamento de “Tempos de Folia”, o ator Adriano Cabral e um casal de bailarinos interpretarão cenas do carnaval do Recife inspiradas na obra. As cores e a energia do carnaval serão traduzidas em poesia, música e dança. Em seguida, acontecerá uma roda de conversa com a organizadora Izabel Cristina e os autores Diogo Barreto e Ivaldo Marciano, que escreveram alguns dos artigos presentes no livro. A família do organizador do livro Augusto Neves da Silva (in memoriam) e o Maracatu Rural Cruzeiro do Forte, que completou 90 anos, serão homenageados.

Na apresentação do livro “Nordeste: Identidade Comestível”, o ator Adriano Cabral abrirá o bate-papo, interpretando um expedicionário da cultura gastronômica, narrando e vivenciando junto à plateia a rica e diversificada culinária nordestina. O redator dos relatos do livro, Bruno Albertim, conversará com Ciema Mello, antropóloga da Fundaj, sobre a obra.

Também será apresentada, no dia 12, a Coleção Travessias - para se ler o Mundo. Organizada para dar resposta às necessidades de Leitura e formação de leitores em Cabo Verde, a partir do Acordo de Cooperação Técnica entre a ABC , Agência Brasileira de Cooperação/ Itamaraty, Biblioteca Nacional de Cabo Verde e Ministério da Cultura de Cabo Verde e Fundaj.

Desenvolvendo equilíbrio, força, lateralidade, coordenação motora e outras habilidades, a brincadeira do Twister também integra a programação. Além disso, o Educativo do Museu do Homem do Nordeste (Muhne) promoverá vários workshops e oficinas envolvendo temáticas como vitrais, fantoches, cordel, argila, pandeiro, confecção de caderno e livrinho e de ilustração, com Maurizio Manzo, serão atividades desenvolvidas no estande.

A programação da Cinemateca também será recheada. Quiz-Cinemateca, Cinemas de Rua, Exibição de Clandestina Felicidade, Sessão da Folia e Alumiar (cinema acessível) de Veneza Americana (com Audiodescrição e Libras) farão parte das atividades.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página