Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Adaptação ao Aquecimento Global > Ferramenta da NASA mostra quanto o nível do mar vai subir em todo o mundo
Início do conteúdo da página

Ferramenta da NASA mostra quanto o nível do mar vai subir em todo o mundo

Publicado: Quarta, 08 de Setembro de 2021, 12h34 | Última atualização em Quarta, 08 de Setembro de 2021, 12h34 | Acessos: 66

https://gizmodo.uol.com.br/ferramenta-da-nasa-mostra-quanto-o-nivel-do-mar-vai-subir-em-todo-o-mundo/

16/08/2021

A NASA criou uma ferramenta que irá medir o nível dos mares baseando-se na evolução da emissão de gases do efeito estufa. O projeto vem junto a divulgação do relatório do Painel Internacional de Mudanças Climáticas (IPCC), segunda-feira (09), que deixou o mundo em alerta. É tentador pensar que poderemos projetar quais regiões serão afetadas pelas mudanças climáticas – isso daria uma visão melhor do que pode e deve ser feito.

O impacto causado pela crise já é uma realidade que está afetando todos nós (nem precisamos esperar o final da década). A Europa e a América do Norte viram imensas ondas de calor, incêndios florestais e inundações sem precedentes. Até o Brasil já viu neve esse ano.

➜ Relatório do IPCC diz que oceanos enfrentarão condições sem precedentes por causa das mudanças climáticas

➜ Novo combustível “limpo” à base de hidrogênio, não é tão benéfico quanto pensam

O novo aplicativo, hospedado no Portal do Nível do Mar da Nasa, permitirá que qualquer usuário visualize o oceano entre 2020 e 2150 com finalidade de acompanhar a elevação no nível do mar causada pelo aquecimento global de uma forma interativa e prática.

A cientista do programa, que dirige a equipe de ciência da Mudança do Nível do Mar da NASA, Nadya Vinogradova Shiffer, explicou que a ferramenta fornece a oportunidade de qualquer pessoa acessar para entender e propagar o conhecimento sobre o clima, de forma mais ‘amigável’ e acessível.

Mais do que isso, os pesquisadores acreditam que a interface dará uma oportunidade de visualizar a região afetada para que as autoridades responsáveis possam tomar decisões econômicas e trabalhar na criação de políticas públicas. Dessa forma, segundo eles, seria possível proteger as comunidades dos efeitos devastadores do aumento do nível do mar.

Ben Hamlington, pesquisador do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, disse que o objetivo é fornecer os dados de projeção no relatório do IPCC de uma forma utilizável, ao mesmo tempo em que fornece uma visualização fácil dos cenários futuros.

O IPCC

A cada cinco ou sete anos, desde 1988, o IPCC fornece uma análise global do clima na Terra. O documento tem foco na avaliação da temperatura do planeta, cobertura do gelo, emissão de gases do efeito estufa e variação do nível do mar, com base em dados coletados via satélite  e instrumentos de simulação via computador.

Todavia, esta é a primeira vez que o relatório ganha uma versão gráfica, possibilitando a interação do público por meio de uma ferramenta online.

O relatório está muito completo e claro quanto ao futuro do planeta e quais ações devem ser tomadas – o famoso ‘agora ou nunca’.

Utilize a ferramenta

A interface do app é Intuitiva e fácil de usar. Para navegar, você precisa clicar neste link. Acessar a ferramenta e escolher um local no mapa. Clique em um ponto determinado e um pop-up mostrará a estimativa do aumento para aquela área. Você pode ampliar os detalhes clicando em ‘full projection’.

Neste ponto, você será redirecionado para uma nova página em que é possível navegar pelos diferentes cenários, desde um mundo com pouca ou nenhuma emissão de gases de efeito estufa, até cenários em que reduziríamos consideravelmente todo o impacto causado pelo homem na Terra – o que seria a possível salvação do planeta e nosso sonho.

Falando em Nasa, você já leu a reportagem do Bitniks (a nova revista do Gizmodo Brasil) sobre a Base de Alcântara, no Maranhão? Nela discutimos um pouco mais sobre as possibilidades de conquistar o espaço a partir do Brasil.

[SciTechDaily]

Fim do conteúdo da página

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o fundaj.gov.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.