Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

CINEMA DA FUNDAÇÃO REABRE NESTA QUINTA-FEIRA

Inédito no Recife, Destinos Sentimentais (2000) compõe, junto com Permanência (2014), a programação em 35mm do Cinema da Fundação esta semana (Foto: Divulgação)Inédito no Recife, Destinos Sentimentais (2000) compõe, junto com Permanência (2014), a programação em 35mm do Cinema da Fundação esta semana (Foto: Divulgação)Localizado na Fundaj do Derby, o Cinema da Fundação Joaquim Nabuco, cuja programação estava suspensa desde o dia 4 de agosto de 2015, reabre para o público nesta quinta feira (13).

Após nove dias fechado devido ao mau funcionamento do projetor digital da marca Barco (modelo DP 2K 23B) durante duas semanas, o Cinema agora volta exibindo filmes em película 35mm.

Com o projetor digital ainda em manutenção, foi feita uma pesquisa no mercado distribuidor por cópias 35mm, formando assim uma programação em película dos filmes Permanência (2014, Leonardo Lacca) e Destinos Sentimentais (2000, Olivier Assayas), sendo o primeiro já exibido na grade regular do cinema e o segundo inédito no Recife. 

 Em julho de 2013, quando o Cinema da Fundação Joaquim Nabuco completou 15 anos de programação, ele foi totalmente reequipado com o que há de mais moderno em projeção e som. A Sala José Carlos Cavalcanti Borges passou a contar com tecnologia de imagem e som que completava a transição para a tecnologia digital, iniciada com o projetor digital de primeira geração - pioneiro na cidade - instalado no auditório em 2006. 

EDITORA MASSANGA LANÇA CINCO LIVROS EM EVENTO NA FUNDAJ

A abertura do evento será feita pelo presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Paulo Rubem Santiago (Foto: Gil Vicente)A abertura do evento será feita pelo presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Paulo Rubem Santiago (Foto: Gil Vicente)No dia 19 de agosto (quarta-feira), às 19h, Fundaj de Casa Forte recebe, na sala Calouste Gulbenkian, o evento Pernambuco Imortal – Um lançamento para fazer história, onde serão apresentados ao público cinco novos livros lançados pela editora Massangana. Coincidentemente, o evento acontece no mesmo dia do nascimento de Joaquim Nabuco, o abolicionista pernambucano patrono da Fundaj.

De acordo com a assessoria de imprensa da Fundação, Pernambuco Imortal conta com publicações históricas que trazem algo pertinente ao espírito do abolicionista, a sua obra e atuação política. Numa reunião de cinco autores pernambucanos, o evento aborda temas que são próprios à história do estado.

O evento de lançamento dos cinco livros pela Editora Massangana terá abertura feita pelo presidente da instituição, o professor e ex-deputado federal Paulo Rubem Santiago, com palestra de inauguração do evento proferida pelo bisneto de Joaquim Nabuco, o cineasta Pedro Nabuco.

Após a palestra, haverá uma mesa-redonda coordenada pelo escritor Paulo Gustavo, da Academia Pernambucana de Letras, com os autores dos livros em lançamento: Maria Eduarda Marques, Felipe Azevedo e Souza, Rodrigo Cantarelli, Rita de Cássia Barbosa de Araújo, Tereza Mota, Lúcia Gaspar e Virgínia Barbosa.

O evento contará, ainda, com uma mini-exposição de banners, com imagens de Joaquim Nabuco no hall de entrada da sala Calouste Gulbenkian, e a apresentação do grupo musical regional Marco César Trio, na hora em que será servido um coquetel aos participantes do evento, das 20h30 às 22 horas. 

MEMORIAL DE MEDICINA RECEBE SEGUNDA MESA-REDONDA DA EXPOSIÇÃO "MULHERES: O NASCER É COMPRIDO"

Chico, Cristina e Moacir na primeira mesa-redonda. Hoje, é a vez de Rayane, Maria Clara, Brenda e Christiane contarem suas histórias (Foto: Gil Vicente)Chico, Cristina e Moacir na primeira mesa-redonda. Hoje, é a vez de Rayane, Maria Clara, Brenda e Christiane contarem suas histórias (Foto: Gil Vicente)A exposição de Chico Ludermir Mulheres: O Nascer é comprido, que está em cartaz desde o dia 23 de julho na Fundaj do Derby, conta com uma nova mesa-redonda para propor um contato mais estreito com a vida das 10 mulheres que Chico invstigou e fotografou para a exposição.

Por dois anos, o jornalista e artista visual buscou formas de representar um grupo de mulheres trans que vivem na cidade do Recife. São mulheres que não se identificam com o sexo (genitália masculina) com que, por acaso, nasceram, mas que não sucumbiram: Se reinventaram e se afirmaram enquanto mulheres ao longo de suas vidas.

Durante a exposição, é possível encontrar, imortalizadas, por meio da fotografia e dos 50 minutos de vídeo, as narrativas íntimas de cada mulher, além das intervenções que estas fizeram nas próprias fotos, expostas em azulejos no prédio em reforma da Fundaj do Derby. 

FUNDAJ EXIBE FILME INÉDITO SOBRE O CONCEITO DE VOZ PÚBLICA

Bete & Deise tem 41 minutos e será exibido no formato full-HD (Foto: Divulgação/Wilfried Lentz Rotterdam)Bete & Deise tem 41 minutos e será exibido no formato full-HD (Foto: Divulgação/Wilfried Lentz Rotterdam)O Cinema da Fundação Joaquim Nabuco, por meio da Coordenação de Artes Visuais (Coart), vai exibir o próximo domingo (9) o filme Bete & Deise (2012), da diretora holandesa Wendelien Van Oldenborgh. A sessão acontece às 19h30 e será seguida de debate com Wendelien Van Oldenborgh (diretora), Moacir dos Anjos (curador da Fundação Joaquim Nabuco) e Paulo Marcondes Soares (doutor em Sociologia da Arte - UFPE).

Bete & Deise apresenta um encontro entre duas mulheres em uma casa em construção no Rio de Janeiro. A atriz e ativista política Bete Mendes e a funkeira Deise Tigrona dão, cada uma a seu modo, significado ao conceito de "voz pública". Juntas, elas falam sobre o uso das suas vozes e seu lugar na esfera pública, permitindo que as contradições que carregam internamente se revelem. 

Filmado há quatro anos, o filme vem sendo apresentado em diversos festivais e instituições ao redor do mundo, incluindo o International Film Festival de Rotterdam. Inédito no Brasil, o filme estreia no país a partir de hoje (05), começando por São Paulo e passando, respectivamente, por Pernambuco e Rio de Janeiro. 

CANNE OFERECE CURSO DE DOCUMENTÁRIO URGENTE NA BAHIA

O documentarista Ernesto de Carvalho irá ministrar a oficina (Foto: Acervo Pessoal)O documentarista Ernesto de Carvalho irá ministrar a oficina (Foto: Acervo Pessoal)O Centro Audiovisual do Norte e Nordeste (CANNE) realiza, de 1 a 6 de setembro de 2015, o curso de Documentário Urgente, com o documentarista Ernesto de Carvalho. A oficina acontece na cidade de Cachoeira, na Bahia.

A oficina propõe uma reflexão teórica e uma experimentação prática acerca do documentário e suas possibilidades, com ênfase em processos de conflito, participação social, disputa por visibilidade e resistência.

Se a circulação de imagens é central no embate político, e o espaço de consumo das imagens é um dos campos de batalha no qual as disputas pelos pontos de vistas se dá, como podemos pensar no audiovisual para falar e intervir no presente, construindo um discurso que seja mais do que propaganda?

Qual a relação entre militância, propaganda, arte, e documentário? Faz sentido falar de documentário engajado? É possível fazer frente ao grande capital utilizando ferramentas audiovisuais de forma dialógica e aberta?

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas através do edital (link abaixo) no período de 03 a 17 de agosto.

CINEMA DA FUNDAÇÃO SUSPENDE, TEMPORARIAMENTE, A SUA PROGRAMAÇÃO

A Fundação Joaquim Nabuco informa que, a partir desta terça-feira (04 de agosto de 2015), o Cinema da Fundação terá sua programação indeterminadamente cancelada.

A razão para a interrupção das sessões reside no mau funcionamento que o projetor digital de marca Barco, modelo DP 2K 23B, vem apresentando ao longo de duas semanas.

Após consulta realizada em São Paulo com técnico representante da marca do projetor, foi constatado por diagnóstico feito remotamente que uma das duas fontes de energia que alimenta a lâmpada de projeção está queimada, havendo ainda duas outras peças também danificadas.

Mesmo com estas peças defeituosas, o projetor funciona em situação emergencial, mas de forma instável. O que casou, nas últimas semanas, o cancelamento de algumas específicas sessões em três dias diferentes, pelas quais pedimos desculpas aos frequentadores.

Em respeito a estes frequentadores e também por orientação técnica especializada para evitar um novo e irreversível dano ao projetor digital Barco, a Coordenação de Cinema junto a Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Arte (MECA) da Fundaj decidiram apenas retomar as atividades-padrão da sala após a reposição das peças danificadas e com o pleno funcionamento do projetor.

Dentro dessa realidade, a MECA abrirá apenas uma exceção para o funcionamento do espaço, que acontecerá neste domingo (09 de agosto de 2015) às 19h, em função de um agendamento prévio da Coordenação de Artes Visuais (Coart) da Fundaj envolvendo convidados de fora de Pernambuco.

Trata-se da sessão seguida de debate do filme BETE & DEISE (no formato full-HD, cerca de 40 min.), de Wendelien van Oldenborgh), sob mediação do curador Moacir dos Anjos, coordenador da Coart.

Durante o período de interrupção das sessões no formato digital, a Coordenação de Cinema poderá, eventualmente, programar filmes no formato 35mm, película. Programação que será divulgada com antecedência à mídia.

Para esclarecer eventuais dúvidas, entrar em contato com Luiz Joaquim (81 – 9 9145-0412), coordenador do Cinema da Fundação. 

Atenciosamente,

Coordenação de Cinema

Recife, 03 de agosto de 2015

CINEMA DA FUNDAJ EXIBE PRÉ-ESTREIA DO PRIMEIRO FILME EM 3D DE JEAN LUC-GODARD

A pré-estreia do longa em 3D será exibida às 21h, no Cinema da Fundação (Foto: Divulgação)A pré-estreia do longa em 3D será exibida às 21h, no Cinema da Fundação (Foto: Divulgação)Acontece neste sábado (01), às 21h, a pré-estreia do segundo filme em 3D de Jean Luc-Godard, Adeus à Linguagem (Adieu au Langage, França, 2014), no Cinema da Fundação Joaquim Nabuco. De acordo com o site oficial do filme, Adeus à Linguagem é "uma experiência sensorial imersiva que usa a tecnologia 3D para expandir as fronteiras da mente." 

A história nos apresenta a vida de um homem e uma mulher que dividem a intimidade em uma casa, onde mora também um cachorro (cão do próprio diretor, o animal é um dos protagonistas do filme).

Ela é casada, mas não há qualquer informação sobre sua vida fora daquele local. Os dois conversam sobre a questão da linguagem sob o ponto de vista filosófico, enquanto que o cão a tudo observa. O filme venceu o Prêmio de Júri no Festival de Cannes em 2014.

SOBRE O DIRETOR

Jean Luc-Godard tem 85 anos e foi um dos principais nomes do movimento Nouvelle Vague. Realizou, ao longo de sua carreira, 118 filmes, entre curtas e longas. Recentemente produziu, já depois de Adeus à linguagem, o filme longo As pontes de Saravejo e o curta metragem Reminiscências de Jean-Luc Godard pelo Prix d’honneur do Cinema Suiço.

SERVIÇO

Pré estréia de Adeus à Linguagem, de Jean Luc-Godard

- Hora: 21h

- Ingressos: R$ 5,00 (meia) e R$ 10,00 inteira.

- Endereço: Cinema da Fundação:  Rua Henrique Dias, 609 - Derby - Recife - PE

NÃO HÁ BRAÇOS A TORCER EM "WINTER SLEEP"

Em Winter Sleep, a jovem Nihal (Melisa Sözen) busca um sentido para sua vida através da filantropia (Foto: Divulgação)Em Winter Sleep, a jovem Nihal (Melisa Sözen) busca um sentido para sua vida através da filantropia (Foto: Divulgação)

Por Lara Ximenes

Apesar do nome, Winter Sleep (Nuri Bilge Ceylan, 2014) só apresenta um rigoroso inverno na parte final do filme. De forma metafórica, o longa diminui a temperatura da região turca da Anatólia Central à medida que aumenta a distância e os conflitos entre os personagens.

Winter Sleep nos apresenta o hotel do ator aposentado Aydin como pano de fundo para a discussão de temas que surgem como tapas na cara, à medida que a câmera nos convida para enxergar além da superficialidade do local e seus moradores.

Conhecemos a intimidade velada dele, de sua esposa Nihal e sua irmã Necla, e a partir daí o inesperado acontece: no meio do conforto da vida burguesa do trio e a calmaria daquela amena região, surgem debates tão intensos que provocam desconforto e reflexão ao invocar temas morais como religiosidade, caridade, riqueza, pobreza, consciência da passagem do tempo, envelhecimento, bem e mal.

Os longos diálogos (muitas vezes longos demais) parecem monólogos em combate, onde o conflito é justamente a força motriz da trama. Línguas afiadas circunscrevem tão bem suas convicções que a intenção de Ceylan parece ser criar um espetáculo onde o espectador não consegue tomar o lado de ninguém.

Última atualização em Sex, 31 de Julho de 2015 09:26

CANNE REALIZA PRIMEIRA REUNIÃO DO CONSELHO CONSULTIVO COM O NOVO PRESIDENTE DA FUNDAJ

Pedro Severien, coordenador pedagógico do Canne, esteve presente na VIII Reunião do Conselho Consultivo, na última quinta-feira (Foto: Gil Vicente)Pedro Severien, coordenador pedagógico do Canne, esteve presente na VIII Reunião do Conselho Consultivo, na última quinta-feira (Foto: Gil Vicente)Na última quinta-feira (23), o Canne - Centro Audiovisual Norte Nordeste - realizou, na Fundação Joaquim Nabuco, a oitava reunião do seu Conselho ConsultivoFoi a primeira reunião com Paulo Rubem Santiago como presidente do Conselho e a última com a formação dos conselheiros que tomaram posse em julho de 2013.O encontro aconteceu no campus Casa Forte.

De acordo com Cynthia Falcão, Coordenadora da Massangana Multimídia Produções/CANNE, a reunião foi muito positiva devido à diversidade de temas abordados na ocasião. “Paulo Rubem Santiago estreou esta função (presidente do Conselho Consultivo) com maestria, estimulando a elaboração de diferentes modalidades de cursos voltados para formação de professores no ensino do cinema, além de cursos voltados para o Sistema Nacional de Cultura”, disse Cynthia.

A coordenadora também afirmou que a elaboração desses cursos sugere, ainda, a construção de uma rede de educação à distância para fomentar a formação de gestores e produtores de audiovisual. Também foram discutidas na reunião do Conselho questões como a apresentação da grade de cursos pelo coordenador pedagógico do Canne, Pedro Severien, a utilização do audiovisual como instrumento pedagógico e a produção de conhecimento através da realização e difusão de seminários formadores na web.

FUNDAJ OFERECE CURSO DE ASSISTÊNCIA DE DIREÇÃO EM RORAIMA E AMAPÁ

Marcelo Caetano trabalhou em filmes premiados como o longa Tatuagem (2013) e será o instrutor da oficina nas duas cidades (Foto: Divulgação)Marcelo Caetano trabalhou em filmes premiados como o longa Tatuagem (2013) e será o instrutor da oficina nas duas cidades (Foto: Divulgação)

O Centro Audiovisual Norte Nordeste (Canne), da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), realiza em agosto, em Boa Vista(RR) e Macapá (AP), o curso Assistência de Direção, com o diretor, produtor e assistente de direção Marcelo Caetano.

Na capital de Roraima, o curso, uma parceria com o Ministério da Cultura, acontecerá entre 12 e 16 de agosto, no auditório do Instituto de Antropologia INAN/UFRR. Já na capital amapaense, a oficina acontece de 19 a 23 de agosto, na Fortaleza de São José de Macapá.

Com 25 vagas e 28 horas/aulas para as duas cidades, o curso de Assistência de Direção têm inscrições gratuitas através de editais (linkados no final do post), no período de 14 a 27 de julho para Boa Vista, e 21 de julho a 04 de agosto para Macapá.

Voltada para a execução de projetos audiovisuais, a oficina foi lançada pela primeira vez em 2014, nas cidades de Petrolina (PE) e Belém (PA). Com o objetivo de formar assistentes de direção responsáveis pela costura das relações entre direção, elenco, produção e equipe técnica, o curso também vai explorar as etapas de pré-produção e filmagem e de como organizá-las.

De acordo com Pedro Severien, coordenador do Canne, o objetivo é levar o curso de Assistência de Direção para outros lugares a partir do ano que vem. “Por ser um curso estruturado e essencial para o planejamento da produção audiovisual, o plano é expandi-lo futuramente para outros estados e cidades em 2016”, afirma Severien.

Página 9 de 43

Navegando em: Comunicação Blog da Fundação