Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size



Apresentação


A Fundação Joaquim Nabuco/FUNDAJ desempenha atividades de produção científica e cultural, de preservação documental/iconográfica e de extensão, congregando diversos segmentos da sociedade e contribuindo para subsidiar a elaboração e a avaliação de políticas públicas, com foco nas Regiões Norte e Nordeste.

A FUNDAJ desenvolve estudos e pesquisas no campo social, econômico, cultural, político e ambiental. Esse caráter multidisciplinar contribui na interpretação de fatos sociais e culturais, na proposição de ações de intervenção e na avaliação de programas de políticas públicas.

Em termos de síntese, podem ser considerados como eixos marcantes das atividades da FUNDAJ:

a) Desenvolvimento regional: estudos agrários, urbanização, desigualdade social e pobreza, metropolização;
b) Políticas públicas: diagnósticos e avaliação (inclusive estudos de impactos);
c) Meio ambiente: seca e degradação ambiental;
d) Cidadania e questões sociais: criança /adolescente, drogas, violência, direitos humanos, conflitos, instituições políticas e eleições, exclusão social;
e) Educação: educação infantil, formação docente, educação e trabalho, políticas de educação, conselhos de políticas públicas, capacitação em gestão de políticas públicas;
f) Estudos populacionais: demografia e migração;
g) Estudos econômicos: mercado de trabalho (conjuntura e transformações), políticas para o mercado de trabalho, análise econômica, setor informal, emprego e renda, estratégias de sobrevivência, pobreza; economia da educação;
h) Gênero e família: sexualidade, saúde reprodutiva, relações de trabalho;
i) Relações raciais: afro-ameríndios, etnicidade e sincretismo;
j) Simbolismo e imaginário: arte, mito, identidade, cultura, folclore.

Entre as atividades desenvolvidas pela FUNDAJ, destacam-se as ações dirigidas à formação continuada de pesquisadores aliada à formação inicial pelo exercício da pesquisa, a partir da inserção de estudantes de graduação nas atividades de pesquisa sob a orientação de um pesquisador da instituição.

Essas ações são consideradas prioritárias, tanto pela contribuição dessa instituição à formação do estudante, como pela renovação que a participação do estudante pode favorecer com o seu trabalho e a sua presença na instituição.

A contribuição do estudante não está apenas no desenvolvimento de tarefas, mas nas tentativas pelo pesquisador e pela instituição de sistematização e respostas às indagações e formas diferentes de apreciação dos trabalhos da pesquisa.

Também tem grande importância a articulação que essas ações proporcionam entre a FUNDAJ e as Instituições de Ensino Superior, estreitando a distância entre pesquisa e ensino e proporcionando trocas de experiência e conhecimento.

Por essas razões, a proposição desse programa de desenvolvimento conjunto de ações entre a FUNDAJ e Instituições de Ensino Superior tem grande relevância e trará resultados positivos para o estudante, para os pesquisadores, e para as instituições envolvidas.

Considerando-se as competências aqui relacionadas, a Fundação Joaquim Nabuco, através desse programa, se propõe a receber estudantes de cursos de graduação nas áreas das ciências sociais e humanas para integrar equipes de pesquisa.

Navegando em: PIBIC