Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Fundaj promove 21ª edição do Ciclo de Debates De Frente Pra Costa

A Fundação Joaquim Nabuco, por meio do Centro de Estudo de Dinâmicas Sociais e Territoriais Cedist), recebe a 21ª edição do Ciclo de Debates de Frente Pra Costa. Neste encontro haverá uma mesa-redonda relativa ao lançamento do livro "Embarcadiços do encantamento: Trabalho sinônimo de arte, estética e liberdade na pesca marítima", do autor Cristiano Ramalho, sociólogo e professor da Universidade Federal de Pernambuco. O evento será realizado na manhã desta sexta-feira (23), a partir das 9h, na sala Calouste Gulbenkian, Fundaj Casa Forte.

Segundo informações de Lígia Albuquerque de Melo, pesquisadora da Fundaj e coordenadora do evento, a relação do autor do livro com a instituição é muito respeitosa. "Cristiano trabalhou na Fundaj como estagiário na época de graduação . Com o passar dos anos, tornou-se um especialista na questão da pesca artesanal. Ele trabalhou com essa temática na monografia e expandiu também para o mestrado e doutorado. O título do exemplar é resultado de muito estudo da tese elaborada por Cristiano. E nada mais justo que convidarmos ele para o lançamento do livro na Fundação Joaquim Nabuco", comentou.

De Frente Pra Costa faz parte do calendário anual da Fundaj, sendo realizado duas ou três vezes no ano. O objetivo é refletir as várias temáticas da região costeira ribeirinha brasileira. O lançamento do livro faz ligação com a proposta do evento, que aborda a questão do gênero na pesca artesanal, mas também no trabalho, conservação ambiental e outros. "Esses temas já fazem parte da nossa realidade de pesquisa. Além disso, eventos como esse servem para fortalecer o ciclo de debates De Frente Pra Costa", pontuou.

A mesa-redonda será formada por Lígia Albuquerque de Melo, pesquisadora do Centro de Estudo de Dinâmicas Sociais e Territoriais (Cedist) da Fundaj, Paulo Marcondes Ferreira, da Universidade Federal de Pernambuco, que irá fazer o link da arte com a pesca, Angelo Brás Fernandes Callou, especialista na área de extensão que trabalha com a pesca, e a antropóloga de pesca, Lourdes Gonçalves Furtado, do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG-PA). Após o lançamento do livro e da mesa-redonda, haverá uma sessão de autógrafos para o público presente no evento.

Navegando em: :: Outras Notícias Fundaj promove 21ª edição do Ciclo de Debates De Frente Pra Costa