Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Cursos sobre história e cultura africana e afro-brasileira com vagas abertas na Fundaj

A Fundação Joaquim Nabuco vai oferecer, nos meses de novembro e dezembro, dois cursos sobre história e cultura africana e afro-brasileira, que irão compor as atividades do Programa Institucional Educação e Relações Étnico-Raciais. As inscrições estão abertas e podem ser feitas através do site da Fundação.

Nos dias 26 e 27 de novembro, a historiadora e coordenadora do projeto da Fundação Joaquim Nabuco, Cibele Barbosa, irá ministrar aulas do minicurso Imagens da África: História e Cultura Visual, na sede do Derby. Com 10h/aulas e 30 vagas disponíveis para estudantes, professores e o público em geral, o curso tem o objetivo de trabalhar acervos - da Fundação Joaquim Nabuco e outras instituições - de modo a refletir as representações dos negros africanos .

“É um curso que visa trabalhar principalmente com professores no intuito de fornecer subsídios para o trabalho com imagens em sala de aula referente a educação das relações étnico-raciais”, explica Cibele.

Já o curso História da África Contemporânea: Trocas Atlânticas conta com 30h/aulas, que serão distribuídas em três módulos entre novembro e dezembro, com aulas ministradas pela professora Cibele Barbosa e os professores de História da UFPE Luiza Reis e José Bento Rosa.

O curso irá trabalhar o intercâmbio e biografias de brasileiros na África e de africanos no Brasil nos séculos XIX e XX, através dos fluxos de imigrantes nos dias atuais, fazendo um paralelo entre as circulações Atlânticas, as relações históricas e a vinda forçada dos africanos no Brasil, entre outros temas.

“Todos os dois cursos têm uma importância crucial, não só para levarmos novas discussões para a sala de aula, mas também para a sociedade em geral, para entendermos os mecanismos de reprodução do racismo para melhor combatê-lo”, conclui Cibele, destacando a relevância de se discutir o tema.

A Fundaj também vai receber o Grupo de estudos história, racismo e pós-abolição no Brasil, derivado do projeto Imaginário colonial e racismo: as primeiras décadas da República no Brasil. O grupo tem como convidada a professora Maria Emília (UFRPE) e visa realizar debates, rodas de estudo e seminários. No dia 22/11 será realizado o seminário de abertura do grupo para começar a discussão sobre o tema, como convite à sociedade e professores que pretendem participar dos estudos.

 

Confira a programação dos cursos:

CURSO História da África Contemporânea: Trocas Atlânticas.

30h/aulas. Gratuito. Três fins de semana( novembro e dezembro).Fundação Joaquim Nabuco/DERBY.

Módulo I: África 70 e o Brasil. 24/11( sábado de 8h às 12h; 13h às 17h) e 25/11(dom) de 9h às 11h. Profª Drª Luiza Reis .

Mód. II: Fluxos entre África e Brasil: dos tempos da diáspora negra às migrações africanas no século XXI.30/11( sexta de 19h às 21h) e 01/12(sábado das 8h às 12h e das 13h às 17h). Profª Drª Cibele Barbosa.

Mod. III: Trabalho,famílias e biografias atlânticas. 14/12( sexta de 19h às 21h) e 15/12(sábado das 8h às 12h e das 13h às 17h). Prof. Dr. José Bento Rosa.

Clique aqui para acessar o formulário de inscrição
Informações: capacita.difor@fundaj.govbr/cibele.barbosa@fundaj.gov.br
Tel: (81)3073-6629

MINICURSO IMAGENS DA ÁFRICA: HISTÓRIA E CULTURA VISUAL.

FUNDAJ/DERBY (10h/aulas). Gratuito

Professora: Cibele Barbosa( Fundação Joaquim Nabuco)
Datas: 26 e 27 de novembro.(8H ÀS13H)
Fundação Joaquim Nabuco/Derby
Total: 10h/aulas.
Público: Professores, estudantes de graduação, ativistas, público em geral.
Inscrições: Preencher o formulário aqui ou enviar um e-mail para cibele.barbosa@fundaj.gov.br requisitando inscrição

Vagas: 30.
Público: Estudantes, professores, público em geral.
Informações: cibele.barbosa@fundaj.gov.br/ capacita.difor@fundaj.govbr/cibele.barbosa@fundaj.gov.br
Tel: (81)3073-6629


Navegando em: :: Outras Notícias Cursos sobre história e cultura africana e afro-brasileira com vagas abertas na Fundaj