Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Mulher Idosa Em Pernambuco: Empoderamento e seus entraves(Isolda Belo da Fonte, 2016)

Nome da Pesquisa: Mulher Idosa Em Pernambuco: Empoderamento e seus entraves
Data: 2016
Instituição Financeira: FUNDAJ
Equipe de Pesquisa: André Maia; Edmilson Mazza; Glívio Coelho; Henrique Guimarães; Magda Caldas; Ícaro Nigro; Aline de Oliveira Bonfim.
Coordenador(a): Isolda Belo da Fonte
Palavras-Chaves: envelhecimento ativo; mulher idosa; velhice; gênero;
Resumo: Este relatório discute a situação de ambiguidade enfrentada pelas mulheres com mais de sessenta anos, quando de sua participação social e política, seja quando buscam atendimento em instituições públicas, seja quando procuram participar de eventos em defesa de seus direitos. Por meio dos depoimentos coletados (Belo, 2014), observou-se que há um conflito entre recorrer às entidades que atendem às pessoas idosas, tal como a Delegacia do Idoso, ou àquelas destinadas às mulheres, como a Delegacia da Mulher. Esta situação é analisada por meio da compreensão em torno dos avanços obtidos pela ampla força das mobilizações das mulheres (embasadas nas teorias feministas) e a pressão de atuar na esfera pública, modelada pelo novo conceito de envelhecimento (Envelhecimento Ativo). Este trabalho desenvolve reflexões, considerando a construção identitária da atual geração de mulheres idosas, a partir das entrevistas realizadas com lideranças do movimento organizado. Trata-se de um estudo em desenvolvimento, decorrente das conclusões obtidas na pesquisa “Mulher Idosa em Pernambuco: empoderamento e seus entraves” e dos I e II Fórum Nacional da Mulher Idosa, ambos realizados pela Fundação Joaquim Nabuco em parceria com a Secretaria da Mulher de Pernambuco.

pdf_buttonDownload

Navegando em: Pesquisa Pesquisas Pesquisas Concluídas 2010 - Atualmente Mulher Idosa Em Pernambuco: Empoderamento e seus entraves(Isolda Belo da Fonte, 2016)