Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Fundaj assina acordos para disponibilizar acervo digital em bancos de dados nacionais

O presidente da Fundaj, Luiz Otávio Cavalcanti, assinou um acordo entre a instituição e a Fundação Biblioteca Nacional, representada por meio da Biblioteca Nacional Digital, para participar da Rede da Memória Virtual Brasileira (RMV). O projeto idealizado e mantido pela FBN prevê a criação e geração de conteúdos digitais de relevância para a cultura regional e nacional pertencentes aos acervos da Biblioteca Nacional e de instituições brasileiras parceiras, caso atual da Fundaj. A sua difusão é feita em um portal, que é gerenciado pela própria FBN.

A ideia do portal é atuar em duas frentes distintas, a primeira é a construção de um repositório que agregue e disponibilize todo o conteúdo digital relativo a memória cultural brasileira, disperso em diferentes instituições públicas e privadas. A iniciativa tem o objetivo construir um ponto de acesso único aos acervos digitais existentes no país, facilitando a pesquisa e fomentando a produção científica.

Já o segundo objetivo, é a criação de uma área de conteúdos inéditos onde pesquisadores convidados e instituições parceiras podem apresentar análise e contextualização dos documentos disponíveis para consulta. Esse conteúdo inédito, será organizado em áreas temáticas para facilitar a busca e recuperação dos conteúdos. Essa iniciativa tem por objetivo permitir que esses conteúdos sejam indexados por motores de busca como google, big, entre outros, trazendo um novo fluxo de usuários que se interessem pelos temas apresentados disponíveis.

A premissa do projeto é realizar parcerias com instituições de guarda de acervos e produção de conhecimento, para dar sustentação ao projeto tanto na disponibilização de acervos digitais quanto na produção de conteúdos textuais.

Outra parceria parceria da Fundaj, também com a FBN, mas dessa vez com participação do Instituto Moreira Salles, viabiliza a entrada da Fundaj na Brasiliana Fotográfica, portal dedicado a promover a fotografia brasileira, além de, contribuir e promover a discussão sobre a preservação do patrimônio fotográfico digital.

O projeto visa unir instituições detentoras de acervos originais de documentos fotográficos referentes ao Brasil, com todas as informações de acordo com os padrões adotados internacionalmente para a pesquisa de imagens. Os usuários poderão pesquisar as imagens, salvar suas pesquisas e compartilhá-las nas redes sociais. A cada semana, novas galerias de imagens vão sendo destacadas e, periodicamente, curadores convidados farão comentários e reflexões sobre as fotografias escolhidas.

Para o presidente da Fundaj, o acordo firmado é a inserção da Fundaj no século 21 em diversos âmbitos importantes. “Falo do setor da tecnologia, documentação e pesquisa histórica. Ampliar as conexões da Fundação Joaquim Nabuco com outras instituições é um marco bastante válido. O convênio com a Biblioteca Nacional busca fornecer o acesso do público geral ao conteúdo que vamos disponibilizar em portais. É uma troca de conhecimento bastante rica”, destacou Luiz Otávio Cavalcanti.

Albertina Lacerda, da Coordenação Geral de Estudos da História Brasileira Rodrigo Melo Franco de Andrade (Cehibra), considera a parceria importante para a troca de conhecimento. “Vamos trabalhar como parceiros, como por exemplo, encaminhar acervos e teremos nosso nome na rede com o nosso material que encontra-se em domínio público. Vamos ter o link dele na nossa página também, ou seja, a troca de conhecimento será boa. Os acervos vão dialogar entre si”, comentou.

A disponibilização do acervo da Fundaj nos sites da FBN e Brasiliana Fotográfica ainda não tem data definida para ocorrer.

Navegando em: :: Outras Notícias Fundaj assina acordos para disponibilizar acervo digital em bancos de dados nacionais