Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Projeto da Fundaj ajuda gestores com novas demandas escolares

Para desenvolver melhorias na qualidade das Escolas Públicas, além de possibilitar o entendimento e atualização sobre novas demandas e desafios educacionais, a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) oferece, há cerca de três anos, o Curso de Atualização em Gestão Escolar, atividade é dedicada a gestores educacionais, membros da equipe de coordenação escolar, professores e servidores de Educação Básica.

Em 2017, sete turmas foram abertas e 36 alunos, em média, concluíram o curso. Além do Recife, os municípios contemplados foram Nazaré da Mata, Cabo de Santo Agostinho, Itapissuma, Palmares, Caruaru e Jataúba.

O surgimento do curso e das primeiras turmas em 2015 é fruto da pesquisa anterior “Qualidade Educacional e Gestão Escolar”. Seus resultados foram responsáveis pela identificação de pontos essenciais para o alcance de melhores resultados dentro do contexto escolar.

Dentre eles, estava a necessidade de uma vivência democrática nesse ambiente. Ou seja, de práticas que garantissem a participação efetiva, constante enaltecimento e formação de todos os funcionários responsáveis pela gestão escolar. Não somente do professor, muitas vezes sobrecarregado pela apresentação de bons indicadores educacionais, como o IDEB (Brasil) e PISA (Mundo).

Para Verônica Fernandes, autora da pesquisa e coordenadora do curso, a “Atualização em Gestão Escolar” é fundamental, pois “atende a uma demanda de formação essencial a melhoria da gestão escolar, nas esferas municipal, estadual e federal. Trazendo temáticas atualizadas e sistematizadas que levam em consideração o contexto escolar e a complexidade de aspectos de responsabilidade da gestão.”

O curso também é uma oportunidade para cada participante se aprofundar no papel social das escolas públicas e trocar percepções de como poderiam aperfeiçoar o processo de gestão das equipes, planejamento e avaliação. Além  de abrir espaço para discutir os novos desafios de gestão escolar.

Segundo a coordenadora, dois grandes desafios estão em destaque. A melhora nas condições do trabalho docente, já que “a sobrecarga de trabalho e o adoecimento dos profissionais de educação comprometem a boa qualidade do processo educacional”, e a valorização dos professores e equipes. Garantindo “a permanência e comprometimento desses agentes com o processo educacional”.

O Curso é uma iniciativa das diretorias de Pesquisa (DIPES) e de Formação e Desenvolvimento Profissional (DIFOR) da Fundaj e utiliza a metodologia participativa de intercâmbio de experiências entre os participantes. Estando dividido em quatro módulos que somam 32 horas: Gestão Participativa, Planejamento participativo, Gestão de Pessoas e Avaliação da educação.

Navegando em: :: Outras Notícias Projeto da Fundaj ajuda gestores com novas demandas escolares