Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Artigo baseado em pesquisa da Fundaj ganha prêmio estadual

O artigo “A favela e o desempenho escolar: evidências a partir de regressões descontínuas geográficas”, de Júlia Rocha Araújo (PUC-Minas) e Raul da Mota Silveira Neto (UFPE), recebeu o prêmio de melhor artigo no VI Encontro Pernambucano de Economia do Conselho Regional de Economia/PE (ENPECON). A obra usa como uma das fontes pesquisa parte dos projetos da Diretoria de Pesquisa da Fundação Joaquim Nabuco, intitulada 'Acompanhamento longitudinal do desempenho escolar de alunos da rede pública de ensino fundamental do Recife', coordenado pela pesquisadora do Núcleo de Estudos em Estatísticas Sociais (NEES/DIPES), Isabel Pessoa de Arruda Raposo. “É uma satisfação enorme participar dessa premiação. Também conto com a ajuda da pesquisadora Michela Camboim. A qualidade do trabalho reflete em um produto sério que vem sendo desenvolvido por uma equipe muito bem envolvida no projeto”, afirmou.

O artigo, premiado em dezembro de 2017, analisa a relação causal entre morar na favela e o desempenho escolar dos alunos da rede pública de ensino da Cidade do Recife, utilizando o limite geográfico entre área da favela, a partir da definição de favela adotada pelo IBGE, e área de não favela, porém situada em um espaço de fronteira de favela. “Os resultados encontrados revelam que o resultado escolar dos estudantes moradores de favelas e daqueles residentes do entorno delas não se diferenciam. Apesar disso, os dados da pesquisa da Fundaj utilizada demonstram que o desempenho de alunos residentes em áreas de favelas é mais baixo em média do que os estudantes moradores em áreas de não favelas, incluindo localidades próximas e distantes das favelas”, disse.

Além do artigo citado, existem quatros estudos que utilizam os dados e informações de pesquisa da Fundação Joaquim Nabuco que também receberam premiações. Um deles, é a tese de doutorado de Isabel. “A minha tese recebeu 1º lugar no XXI Prêmio Brasil de Economia do Conselho Federal de Economia (COFECON). Ainda tenho participação direta em mais dois desses estudos, em coautoria com Michela Camboim (FUNDAJ) e Sônia Fonseca (UFRPE)”, apontou.

Navegando em: :: Outras Notícias Artigo baseado em pesquisa da Fundaj ganha prêmio estadual