Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

PROGRAMA INSTITUCIONAL EDUCAÇÃO PELA CIDADE: UMA RETROSPECTIVA 2016

O ano de 2016 contou com eventos importantes relativos à questão urbana nos âmbitos local, regional, nacional e internacional. Ocorreram as eleições municipais no Brasil, elegendo os novos prefeitos de todas as cidades brasileiras. Esta edição teve interesse reforçado pelo cenário político nacional, ainda em processo de estabilização após a mudança no governo federal. 

Além disso, 2016 cumpriu o calendário do Ministério das Cidades com a realização das conferências municipais das cidades, definindo temas prioritários para os municípios e ordenando aqueles que deverão ser levados às conferências estaduais. Estas, por sua vez, precederão a conferência nacional das cidades, a se realizar em 2017. Um tema recorrente nas edições, e especialmente na realizada no Recife, é o incremento dos canais de participação e controle popular. 

Também foi o ano de realização do Habitat III na cidade de Quito, Equador. Trata-se do evento da ONU para discussão de uma agenda global para o desenvolvimento urbano. Esta edição enfatizou o desenvolvimento sustentável baseado em novos processos e arranjos para a governança local. 

Tal conjunto de temas reforça a ideia de que o estudo sobre os fenômenos urbanos, mesmo quando baseados em casos particulares, precisam ser lidos e interpretados à luz de experiências só encontradas na escala ampliada, com conhecimento de casos em diversos contextos no mundo. Tal tendência é reforçada pela manutenção e aprimoramento dos meios de comunicação e pela intensa troca de informações entre as populações e os governos nas redes, tornando a reflexão sobre a produção do espaço urbano um exercício compartilhado. 

 

Nessa perspectiva, e na sua relação com a educação, a tecnologia e a produção cultural, foram marcas das ações realizadas pelo Programa Institucional: Educação pela Cidade na Fundaj, (AQUI) como: 

 

- Os cursos de Mediação de Leitura e Formação de Conselheiros do Fundeb; 

- Os encontros entre planejamento urbano e tecnologias da informação e comunicação promovidos pela Cidade na Palma da Mão; 

- O debate motivado pelo lançamento do livro Louis-Joseph Lebret na América Latina: um exitoso laboratório de experiências em planejamento urbano, da professora Virgínia Pontual (AQUI). 

 

O Programa Institucional: Educação pela Cidade, assim, mantém a sua validade, uma vez que lida com os temas discutidos sob o ponto de vista da formação do cidadão urbano contemporâneo. Cidadãos mais bem informados e conscientes tendem a melhor se integrar ao complexo processo de formulação de consciência sobre a cidade como fenômeno contemporâneo central para o desenvolvimento humano.



Navegando em: :: Outras Notícias PROGRAMA INSTITUCIONAL EDUCAÇÃO PELA CIDADE: UMA RETROSPECTIVA 2016