Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Exposição "Uma Coisa Linda", do artista Efraim Almeida, terá abertura no dia 29 de abril, na Fundaj/Casa Forte

Terá abertura no dia 29 de abril, às 16 horas, a exposição Uma Coisa Linda do artista Efrain Almeida, na Galeria Massangana, da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), em Casa Forte (avenida 17 de agosto, 2187). 

 

Serviço:

Abertura: 29 de abril

Período da exposição: 30/04 a 22/06

Informações: 3073-6260

 

Agendamento de visitas educativas: 3073-6272 / 3073.6331 / 3073.6385

ou educativo.museudohomem@fundaj.gov.br .

 

TEXTO CURATORIAL: EFRAIN ALMEIDA | UMA COISA LINDA

A obra de Efrain Almeida se constitui, em relevante parte, de pequenas esculturas feitas em madeira, ainda que outras práticas e materiais sejam também eventualmente empregados, como aquarela e tecido. Mais recentemente, alargou os procedimentos construtivos que usa e passou a fundir as esculturas em bronze – valendo-se de moldes de figuras escavadas na madeira –, colorindo-as com tinta em seguida, tal como ocorre com os trabalhos reunidos nesta exposição. É conciso, ademais, o número de temas ou questões que continuamente trata em sua obra. Em muitos de seus trabalhos, o artista toma a si mesmo como modelo, reproduzindo, em quase miniaturas, seu corpo inteiro ou partes dele, concedendo-lhes um tom abertamente confessional. Também faz parte de seu repertório a recriação, reduzida e delicada, de roupas ou casas, talvez em tentativa de ativar, no campo do simbólico, aquilo que, a despeito do quão ordinário ou mesmo provisório seja, é o que faz das vidas experiências singulares.

Outras figuras recorrentes em sua trajetória são as que reproduzem animais encontráveis na sua região de origem, o sertão do Ceará: o gato que por anos viveu na casa dos pais, as ovelhas e as cabras que conseguia nomear uma a uma, e os muitos outros bichos – pintos, borboletas, cachorros, coelhos, pássaros – que desde menino aprendeu a reconhecer, distinguir e incluir na paisagem de sua vida comum. A despeito do quão materialmente atraentes sejam eles – feitos de madeira esculpida ou fundidos em bronze –, há em todos um misto de graça e tristeza, resultado do encantamento e do desacordo com o ambiente novo em que são inseridos depois de retirados da companhia de seus modelos naturais. Articulando a distância longa que une a terra natal do artista aos vários outros lugares por onde já passou ou em que vive, bem como o tempo extenso que separa sua infância de uma existência madura, esses animais invocam um éden afetivo que não existe na vida adulta, e que não há mais portanto como recompô-lo, restando apenas a possibilidade de rememorá-lo de quando em vez.

Um dos trabalhos que talvez melhor evoquem essa memória sempre buscada e impossível de plenamente reter-se é a instalação Uma coisa linda, formada por uma centena de passarinhos feitos em bronze e pintados de preto, branco e vermelho, a simular os galos-de-campina que percorrem e habitam tantas partes do Brasil. Estão todos arranjados aleatoriamente sobre o piso, tal como certa vez o pai do artista os viu pousados e reunidos, alimentando-se do que havia no chão do quintal de sua casa. Imagem que provocou nele a interjeição descritiva que dá título ao trabalho e que Efrain Almeida tenta reconstruir como cena suspensa no tempo, em tentativa sempre frustrada, mas simbolicamente potente, de que tal arranjo, testemunhado por um breve instante pelo pai, não seja dispersado. Tentativa de congelar o momento em que se reconhece que algo raro se passou à frente dos olhos e se inscreveu no corpo como afeto duradouro.

Em dois outros trabalhos – Pouso 1 e Pouso 2 –, também feitos de bronze pintado em muitas cores, beija-flores são capturados pousados em galhos de árvores, quando é muito mais frequente encontrar esses pássaros no curso de seu agitado e singular voo. De novo, a ideia da fixação na matéria dura de uma imagem que é por natureza fugaz, evocando o poder que a arte tem de desacelerar a mirada que usualmente se lança ao entorno, enxergando outra vez e de modo diverso o que se pensava ser já conhecido. De novo a lembrança, enunciada como coisa delicada e rija, do poder que a arte tem de continuamente atualizar a capacidade emancipatória da beleza.

Moacir dos Anjos

A exposição EFRAIN ALMEIDA | UMA COISA LINDA dá seguimento ao projeto Política da Arte, desenvolvido pela Coordenação de Artes Visuais da Diretoria de Cultura da Fundação Joaquim Nabuco. Iniciado em 2009, o projeto compreende a realização de mostras e ações reflexivas, articulando dimensões distintas, mas igualmente importantes, das atividades da Fundação Joaquim Nabuco. O projeto Política da Arte tem como pressuposto a noção de que mais do que dar visibilidade a imagens, textos e ideias criados em outras partes, a arte é capaz de, a partir dela mesma, desafiar os consensos e acordos que organizam e apaziguam a vida. Ao embaralhar os temas e as atitudes que a cada lugar e momento cabem no campo do possível, a arte aponta para a possibilidade do novo e tece a sua própria política.

OBRAS EM EXIBIÇÃO

EFRAIN ALMEIDA

Uma Coisa Linda, 2014

Bronze e óleo

100 peças de 12 x 7 x 4 cm cada

EFRAIN ALMEIDA

Pouso 1, 2014

Bronze e acrílica

14 x 36 x 6 cm

EFRAIN ALMEIDA

Pouso 2, 2014

Bronze e acrílica

14 x 36 x 6 cm

CURRICULUM VITAE

Efrain Almeida  

Nasceu em Boa Viagem, Brasil, 1964
Vive e trabalha no Rio de Janeiro, Brasil

Exposições Individuais

2017 A Circularidade do Olhar, Fortes D’Aloia & Gabriel | Galeria, São Paulo, Brasil Trance, James Harris Gallery, Seattle, USA

2016 Uma pausa em pleno voo, Centro Cultural Banco do Nordeste, Fortaleza; Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brasil

2015 Lavadeirinhas, SESC Santo Amaro, São Paulo, Brasil
Uma pausa em pleno voo, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil

2014 Self, Oi Futuro Flamengo, Rio de Janeiro, Brasil
3 x 4, Centro Cultural Banco do Nordeste, Fortaleza, Brasil
A Primeira Paisagem, Armazém Artur Fidalgo, Rio de Janeiro, Brasil CRG Gallery, New York, USA
Uma coisa linda, Galeria Fortes Vilaça, São Paulo, Brasil

2012 Desmedida, Galeria El Museo, Bogota, Colombia
Suspensão, Guimarães Capital Europeia da Cultura, Fábrica ASA, Guimarães, Portugal O Sozinho, Projeto Cofre, Casa França-Brasil, Rio de Janeiro, Brasil

2011 The Dreamer, James Harris Gallery, Seattle, USA
2010 Handmade, Galpão Fortes Vilaça, São Paulo, Brasil
2009 Os melancólicos, Galeria Carminha Macedo, Belo Horizonte, Brasil

Mimetismo, MCO Arte Contemporânea, Porto, Portugal

Quintal, Galeria Anna Maria Niemeyer, Rio de Janeiro, Brasil 2007 Paisagem, Galeria Fortes Vilaça, São Paulo, Brasil

Marcas, Estação Pinacoteca, São Paulo, Brasil
2006 Léo Bahia Arte Contemporânea, Belo Horizonte, Brasil Olhos d ́água, Galeria Graça Brandão, Lisboa, Portugal

Impressões de Viagens Cariri, Centro Cultural Banco do Nordeste, Fortaleza, Brasil 2005 Centro Cultural Dragão do Mar, Fortaleza, Brasil

Éden, Galeria Anna Maria Niemeyer, Rio de Janeiro, Brasil 2004 Las Lagrimas, Galeria Marisa Marimon, Orense, Spain

While I Wait, James Harris Gallery, Seattle, USA

Galeria Fortes Vilaça, São Paulo, Brasil
2003 Los recuerdos son lo que mi quedan, Galeria Anna Maria Niemeyer, Rio de Janeiro, Brasil

Casa da Ribeira, Natal, Brasil
Léo Bahia Arte Contemporânea, Belo Horizonte, Brasil
Festival Luso-Brasileiro, Serpa, Portugal
Galeria do Centro de Estudos Brasileiros, Buenos Aires, Argentina

Galeria Anna Maria Niemeyer, Rio de Janeiro, Brasil 2002 James Harris Gallery, Seattle, USA

Galeria Graça Brandão, Porto, Portugal 2001 Galeria Fortes Vilaça, São Paulo, Brasil

Centro Galego de Arte Contemporânea, Santiago de Compostela, Spain Galeria Anna Maria Niemeyer, Rio de Janeiro, Brasil
Fundação Joaquim Nabuco, Recife, Brasil
Centro Cultural Dragão do Mar, Fortaleza, Brasil

2000 Galeria Camargo Vilaça, São Paulo, Brasil
Galeria Canvas Arte Contemporânea, Porto, Portugal James Harris Gallery, Seattle, USA

1998 Galeria Canvas & Cia., Porto, Portugal
1997 Galeria Camargo Vilaça, São Paulo, Brasil
1996 Projeto 96, Galeria Camargo Vilaça, São Paulo, Brasil
1993 Objetos, Centro Cultural Sergio Porto, Rio de Janeiro, Brasil

Exposições Coletivas

2016 Soft Power, Kunsthal KAdE, Amersfoort, Netherlands
Vértice - Coleção Sérgio Carvalho, Centro Cultural Correios, São Paulo, Brasil
O Útero do Mundo, MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil
Unexpected Customs, James Harris Gallery, Seattle, USA
Orixás, Casa França-Brasil, Rio de Janeiro, Brasil
Distantes mundos / Próximos lugares, Museu de Arte Contemporânea do Ceará, Fortaleza, Brasil
Clube de Gravura - 30 Anos, MAM - Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil
There is no Why, There is no I: Body and Physicality in the Norlinda e José Lima Collection. Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco, Castelo Branco, Portugal

2015 Sem Fronteiras, Museu Bispo do Rosário, Rio de Janeiro, Brasil
Corpo da Obra, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Fortaleza, Brasil
Uma Coleção Particular - Arte Contemporânea no Acervo da Pinacoteca, Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil
La apisonadora y el violín. Una travesía por la colección Meana Larrucea, Fundación Valentín de Madariaga y Oya, Sevilla, Spain
Vértice – Coleção Sérgio Carvalho, Museu Nacional dos Correios, Brasília, Brasil

2014 Corpo Caboclo, Galeria Multiarte, Fortaleza, Brasil
Tatu: Futebol, Adversidade e Cultura da Caatinga, MAR - Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil Carneiro, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Fortaleza, Brasil
Histórias Mestiças, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo

2013 Rotas: desvios e outros ciclos, Museu de Arte Contemporânea do Ceará, Fortaleza, Brasil Fogo Fátuo, Galeria SIM, Curitiba, Brasil

Trajetórias – Arte Brasileira na Coleção Fundação Edson Queiroz, Fundação Edson Queiroz, Fortaleza, Brasil

Universo Bordallo Pinheiro – 20 Bordallianos Brasileiros, Oi Futuro, Rio de Janeiro, Brasil 2012 Afinidades (a escolha do artista), CAZA Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil

Para além da xilografia, Museo de la Solidaridad Salvador Allende de Santiago, Santiago, Chile

Anna Maria Niemeyer, um caminho, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil 2011 Nova Escultura Brasileira, Caixa Cultural, Rio de Janeiro, Brasil

Wishing and Praying, CRG Gallery, New York, USA

Vestígios e Brasilidades, Santander Cultural, Recife, Brasil
2010 29a Bienal de São Paulo, Fundação Bienal de São Paulo, São Paulo, Brasil

Law of the Jungle, Lehmann Maupin Gallery, New York, USA
2009 Integración y Resistencia en la Era Global, 10a Bienal de La Habana, Havana, Cuba

Desenhos [Drawings]: A – Z, Museu da Cidade, Lisboa, Portugal Alcova, Galeria Laura Marsiaj, Rio de Janeiro, Brasil
Co. Labor, Amarelonegro Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil XV Bienal de Cerveira, Fórum Cultural, Vila Nova de Cerveira, Portugal

2008 Contraditório - Panorama da Arte Brasileira, Alcalá 31, Madrid, Spain
Blooming Now - Brazilian contemporary Artists Show, Toyota Municipal Museum of Art, Toyota, Japan PARANGOLÉ. Fragmentos desde los 90 en Brasil, Portugal y España, Museo Patio Herreriano, Valladolid, Spain
Sertão Contemporâneo, Centro Cultural da Caixa Econômica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil Heteronímia, Museo de América, Madrid, Spain
Arte Contemporânea Brasileira – Doação Credit Suisse, Estação Pinacoteca, São Paulo, Brasil
Desenho em Todos os Sentidos, SESC Petrópolis, Petropolis, Brasil
Miniaturas, SESC Paulista, São Paulo, Brasil
Haptic, Tokyo Wonder Site - Institute of Contemporary Art and International Cultural Exchange, Tokyo, Japan Visiones: 20th Century Selections from the Nassau County Museum of Art, Boca Raton Museum of Art, Boca Raton, USA
De Perto e de Longe – Paralela 08, Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, São Paulo, Brasil

2007 Contraditório - Panorama da Arte Brasileira, MAM - Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil Intimidades, Jogos Perigosos, Marília Razuk Galeria de Arte, São Paulo, Brasil
Mundo Animal, Escola São Paulo, São Paulo, Brasil

2006 MAM na Oca, OCA - Pavilhão Lucas Nogueira Garcez, São Paulo, Brasil
Paralela, Pavilhão Armando de Arruda Pereira, São Paulo, Brasil
Deslocamentos, Centro Cultural Dragão do Mar, Museu de Arte Contemporânea do Ceará, Fortaleza, Brasil Desenho Contemporâneo Brasileiro, Galeria MCO, Porto, Portugal
Galerie Xippas, Athens, Greece

2005 RAMPA: Signaling New Latin American Art Initiatives, Arizona State University Art Museum, Temple, USA Transmutação, Leo Bahia Arte Contemporânea, Belo Horizonte, Brasil
Educação, Olha!, A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, Brasil

2004 Casa - Poética do Espaço na Arte Brasileira, Museu Vale do Rio Doce, Vila Velha, Brasil
Novas aquisições 2003 - Coleção Gilberto Chateaubriand, MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Entre Pindorama, KunstHaus, Stuttgart, Germany
Estratégias Barrocas – Arte Contemporânea Brasileira, Centro Cultural Metropolitano de Quito, Quito, Equador
Memórias Heterogêneas, Centro Cultural Oduvaldo Viana Filho – Castelinho do Flamengo, Rio de Janeiro, Brasil

Paralela 2004, Galpão Vila Olímpia, São Paulo, Brasil

Galeria de Arte 57, São Paulo, Brasil
2003 Gambiarra, New Art from Brazil, Gasworks Gallery, London, UK

Arte Contemporánea, Caixa Geral de Depósitos, MEIAC – Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporánea, Badajoz, Spain
Esculturas en la colección Fundación Arco, Centro de Arte de Salamanca, Salamanca, Spain
Juegos de Escala, Centro Galego de Arte Contemporânea, Santiago de Compostela, Spain

2002 Pele, Alma, Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo, Brasil
Emergentes, Kunsthaus Schuster Gelnhausen, Gelnhausen, Germany
II Bienal Internacional de Buenos Aires, Museo Nacional de Bellas Artes, Buenos Aires, Argentina Coletiva, Léo Bahia Arte Contemporânea, Belo Horizonte, Brasil
Contemporâneos Brasileiros, Centro Wilfredo Lam, Havana, Cuba
O Fio da Trama, Malba - Museo de Arte Latino-Americano de Buenos Aires, Buenos Aires, Argentina Arte Brasileño de Hoy, Sala de Armas, Pamplona, Spain
Identidades, MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
La Mision, Fundación Centro de Estúdios Brasileños, Buenos Aires, Argentina
Caminhos do Contemporâneo, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil
poT, II Liverpool Biennial of Contemporary Art, Liverpool, UK
Os Quatro Elementos, Casa Municipal da Cultura, Cantanhede, Portugal
Rotativa Fase 1, Galeria Fortes Vilaça, São Paulo, Brasil

2001 Pay attention please, MAN - Museo D'arte Provincia di Nuoro, Nuoro, Italy
Arte Contemporânea Brasileira, Galeria Nacional de Arte de Pequim, Beijing, China O Espelho Cego, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil
Auto-retrato o espelho do artista, Galeria do Sesi, São Paulo, Brasil
Idéia coletiva, Galeria Camargo Vilaça, São Paulo, Brasil
Casas y Ciudades, Sala de las Armas, Pamplona, Spain
O fio da trama, El Museo del Barrio, New York, USA

2000 Com um oceano inteiro para nadar, Culturgest, Lisboa, Portugal
Últimas aquisições - Fundação Arco CGAC - Centro Galego de Arte Contemporânea, Santiago de Compostela, Spain
III Convocatoria jóvenes artistas, Galeria Luis Adelantado, Valencia, Spain
Corporal, Galeria Ybakatu, Curitiba, Brasil
Cá entre nós, Paço das Artes, São Paulo, Brasil
A figura humana, Instituto Itaú Cultural, São Paulo, Brasil

1999 Nordestes, SESC Pompéia, São Paulo, Brasil
The Present Absent: Five Artists from Rio, Centre Gallery Miami-Dade, Community College-Wolfson Campus, Miami, USA
Os 90, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil
Ceará Pernambuco Dragões e Leões, Centro Cultural Dragão do Mar, Fortaleza, Brasil
Coleção Museu de Arte Moderna da Bahia, Arte Contemporânea, MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Der Barsilianisch Blick, Coleção Gilberto Chateaubriand, Haus der Kulturen der Welt, Berlin, Germany
Além do Arco Íris, Fundação Armando Álvares Penteado, São Paulo, Brasil
Instituto Itaú Cultural, São Paulo, Brasil

1998 Camargo BIS, Galeria Camargo Vilaça, São Paulo, Brasil 1997 Intervalos, Paço das Artes, São Paulo, Brasil

15 Artistas Brasileiros, MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil IV Workshop Brasil-Alemanha, Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brasil
I Bienal do Mercosul, Porto Alegre, Brasil
Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, Instituto Itaú Cultural, São Paulo, Brasil Apropriações Antropofágicas, Instituto Itaú Cultural, São Paulo, Brasil

The New Museum Donation Auction, New Museum of Contemporary Art, New York, USA 1996 15 Artistas Brasileiros, MAM - Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil

Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brasil
Antártica Artes com a Folha, MAM - Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil Dois Anos de Escultura, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil

1995 Singular, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil
Infância Perversa, MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil Romance Figurado, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil
II Salão de Arte da Bahia, Bahia, Brasil
Correspondência, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil

1994 Arte Contra Aids, Museu de Arte Contemporânea, Porto Alegre, Brasil
Imagens Indomáveis, Parque Lage, Rio de Janeiro, Brasil
Lúdicos Lógicos Lúcidos Líricos, Galeria da Universidade Federal Fluminense, Niterói, Brasil

1993 49o Salão Paranaense de Arte, Museu de Arte Contemporânea, Curitiba, Brasil
Diversidade, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil
Paixão do Olhar, Arte em Outdoors, MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

1992 48o Salão Paranaense de Arte, Museu de Arte Contemporânea, Curitiba, Brasil
XI Salão Arte Pará, Fundação Rômulo Maiorana, Belém, Brasil
Ateliê Vila Isabel (7 artistas), Galeria da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

1990 Pré-Ocupação, Centro Cultural Rachel Rosemberg, Rio de Janeiro, Brasil
Cacos Cotidianos, Funarte, Niterói, Brasil
Semana de Antropofagia, MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
1a Mostra do Galpão das Artes, MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

1989 Dejeuner Sur L'Art, Parque Lage, Rio de Janeiro, Brasil 1987 XI Salão Carioca de Arte, Rio de Janeiro, Brasil

Coleções Públicas

ASU Art Museum – Arizona State University Museum, Arizona, USA
Caixa Geral de Depositos, Cultugest, Lisboa, Portugal
Centro Dragao do Mar de arte e Cultura, Fortaleza, Brasil
CGAC – Centro Galego de Arte Contemporânea, Santiago do Compostela, Spain Fundação Arco, Madrid, Spain

Instituto Inhotim, Brumadinho, Brasil
Itaú Cultural, Sao Paolo, Brasil
Museu de Arte Contemporânea do Ceará, Fortaleza, Brasil

Navegando em: :: Outras Notícias Exposição "Uma Coisa Linda", do artista Efraim Almeida, terá abertura no dia 29 de abril, na Fundaj/Casa Forte