Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Pesquisas em Andamento

Acompanhamento longitudinal do desempenho escolar de alunos da rede pública de ensino fundamental do Recife:
    O projeto tem como principal objetivo medir o desempenho acadêmico dos estudantes, sob duas óticas. A primeira, a partir da ótica do aluno, a pesquisa analisa como as características sociais, econômicas e culturais do aluno e sua família afetam seu desempenho acadêmico. A segunda ótica, se baseia no estudo do impacto e importância das políticas educacionais e insumos escolares para a performance acadêmica dos estudantes.

Nota:
   A Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) realiza desde 2017 a pesquisa “Acompanhamento longitudinal do desempenho escolar de alunos da rede pública de ensino fundamental do Recife” com o objetivo de investigar como o capital escolar e as características socioeconômicas do aluno e de sua família afetam o desempenho acadêmico dos estudantes de escolas do ensino fundamental da rede pública do Recife. Participam da pesquisa alunos, pais ou responsáveis, professores e diretores de 89 estabelecimentos públicos do ensino fundamental de 6º e 7º anos.
   A avaliação do estudante é feita por meio da aplicação de quatro provas com conteúdos de matemática e português durante os anos de 2017 e 2018, além da realização de entrevistas com os alunos, seus pais ou responsáveis, professores e diretores.
   Ressaltamos que todas as informações coletadas por esta pesquisa referentes às escolas, aos alunos, aos pais ou responsáveis, aos professores e aos diretores são confidenciais e de uso e conhecimento exclusivo da Fundaj. Após a conclusão do estudo, os resultados serão divulgados apenas em termos de médias para o conjunto das escolas participantes, garantindo o anonimato de cada agente pesquisado.

Detalhes do trabalho podem ser obtidos junto a uma das coordenadoras da pesquisa, a economista Isabel Raposo, pelo e-mail isabel.raposo@fundaj.gov.br e pelo telefone 3073-6503.

 

O ensino superior no interior do Nordeste: efeitos sobre o desenvolvimento:
   A pesquisa visa levantar e analisar os efeitos da expansão do ensino superior no desenvolvimento do interior da região Nordeste. Para tanto busca: quantificar, georeferenciar e identificar padrões da oferta pública e privada do ensino superior em municípios do Nordeste que não pertençam às Regiões Metropolitanas e/ou capitais dos estados; realizar estudos de caso identificando a relação da pesquisa e extensão com os arranjos produtivos locais e/ou aglomerações produtivas; elaborar modelos estatísticos que comparem a oferta de mão de obra qualificada com o mercado de trabalho local e/ou estadual; avaliar as políticas públicas para o ensino superior, principalmente, seus efeitos sobre a expansão do ensino no interior do Nordeste; estudar os efeitos da interiorização do ensino superior na pendularidade; comparar a percepção dos atores da expansão do ensino com o discurso midiático; descrever e analisar eventuais transformações na morfologia urbana de uma amostra de municípios após a instalação dos centros de ensino.

Análise espacial da mortalidade infantil no Recife (PE), Brasil:
   Trata-se de um ecológico que tem como objetivo identificar os padrões de distribuição espacial da mortalidade infantil, no Recife (PE), no período de 2014 a 2018. A unidade de análise será constituída pelos bairros da cidade. Será realizada a distribuição espacial óbitos de menores de um ano e aplicado o indicador de densidade Kernel. Também serão elaborados mapas temáticos com a distribuição dos coeficientes de mortalidade por bairro e serão utilizadas duas técnicas de análise espacial, o método de suavização (estimador bayesiano local) e dependência espacial (Moran Global e Local), a fim de identificar os aglomerados espaciais. Para cada bairro será construído um indicador composto de privação social por meio da análise fatorial por componente principal.

 

Navegando em: NEES