Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Fundaj continua com a exposição Outros Pensam, de Alfredo Jaar, até 2 de abril

No dia 3 de desembro de 2016, a Coordenação de Artes Visuais da Fundação Joaquim Nabuco inaugurou a exposição Outros Pensam, de Alfredo Jaar, na Galeria Massangana. O evento integra o projeto Política da Arte e tem curadoria de Moacir dos Anjos, e que será encerrada no dia 2 de abril de 2017.

Alfredo Jaar, ao longo de seu trabalho, tem investigado formas de controle social por meio de signos visuais. No trabalho Sem Título (Newsweek), o artista chileno traz a tona as prioridades dos meios de comunicação e seus discursos hegemônicos ao apresentar duas linhas do tempo, ambas referentes a um mesmo período: os aproximados 100 dias em que se deu o assassinato de um milhão de habitantes de Ruanda em 1994. Uma das linhas é composta por 17 capas de uma das mais importantes revistas semanais de notícias do mundo, a Newsweek (editada nos Estados Unidos). A segunda linha do tempo é composta por textos curtos que estabelecem a cronologia daquele extermínio, cujas vítimas pertenciam, em sua maioria, à etnia Tutsi, em conflito aberto com a etnia Hutu.

“Por meio da aproximação de duas linhas do tempo que se contradizem e se chocam, Alfredo Jaar contribui para a criação de uma representação alternativa desse mesmo mundo, contrapondo-se àquelas que ignoram os já excluídos de outras esferas da vida, como a feita pela revista. Representação contra-hegemônica que reclama a condição de alguém para quem é ninguém. 'Ninguéns' que naquele momento foram os ruandeses, mas que já foram judeus, que são palestinos e são os indígenas que vivem no Brasil. Povos e grupos sociais vítimas de uma política ativa da morte que atravessa o mundo”, aponta Moacir dos Anjos, em texto curatorial.

Alfredo Jaar (1956) é artista, arquiteto e realizador audiovisual. O chileno vive em Nova York e trabalha, sobretudo, com instalações e fotografia. Jaar aborda em suas obras temas predominantemente sociais, políticos e as relações de poder, opressão e violência entre as nações industrializadas e os chamados países de “terceiro mundo”.Já participou de eventos como as bienais de São Paulo, Istambul, Sevilha, Johannesburgo, duas documentas e teve exposições individuais no MoMA, em Nova York, e na Whitechapel Gallery, em Londres.

SERVIÇO

Exposição Outros Pensam, de Alfredo Jaar

Fundação Joaquim Nabuco

Galeria Massangana

Avenida 17 de Agosto, 2187, Casa Forte

Abertura: 03 de dezembro, às 16h.

Encerramento: 02 de abril de 2017

Navegando em: :: Outras Notícias Fundaj continua com a exposição Outros Pensam, de Alfredo Jaar, até 2 de abril