Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Artista maranhense Thiago Martins de Melo expõe na Galeria Massangana

A Fundação Joaquim Nabuco inaugura sábado, dia 24 de setembro, às 16 horas, a exposição Bárbara Balaclava, do artista maranhense Thiago Martins de Melo, na Galeria Massangana, em Casa Forte. O evento dá continuidade ao projeto Política da Arte e tem curadoria do pesquisador Moacir dos Anjos.

A exposição é composta pelo vídeo homônimo, montado e editado a partir de quase quatro mil pinturas e desenhos do artista. É um trabalho que exibe cenas de confronto nas histórias recente e distante do Brasil, e que se debruça sobre as violências que os detentores de poder historicamente impõem a quem escape às normas ou que desafie os privilégios de classe, cor e gênero que detém.

“São pinturas que articulam e amalgamam forma e conteúdo para narrar histórias dolorosas, fragmentadas e inconclusas. Histórias que não são somente, porém, de aniquilamento do outro subjugado pela força, mas também de resistências”, comenta o curador.

O título do filme é uma referência às máscaras que servem para a ocultação das identidades tanto de policiais em ações repressivas quanto daqueles que se insurgem. Segundo Moacir dos Anjos, o trabalho de Thiago Martins, apesar de inscrever uma persistente narrativa de exclusões e apagamentos, também aponta uma contranarrativa: “Em simultâneo, contudo, [Bárbara Balaclava] mobiliza memórias, crenças, rituais e tudo que resiste à morte e fortalece corpos para contar uma insistente história de insurreição daqueles povos”, completa o curador.

Sobre o artista

Psicólogo e artista visual, mestre e doutorando em Teoria e Pesquisa do Comportamento-UFPA, Thiago Martins atualmente desenvolve pesquisa na área de neuropsicologia da lateralidade, performance motora e assimetria fenotípicas em alunos de artes visuais e de outros cursos.

O artista já realizou exposições individuais no Centro Cultural São Paulo (2010); Fundação Joaquim Nabuco, Recife (2009); Funarte, Rio de Janeiro (2005), e Funarte, Brasília (2004). Integrou mostras coletivas, como a itinerante Amazônia, a Arte, Museu Vale (Vila Velha, ES) e no Palácio das Artes de Belo Horizonte. Recebeu o Prêmio Aquisição do 28º Salão Arte Pará, Belém, 2009; o Grande Prêmio do 27º Salão Arte Pará, em Belém, 2008. Participou da 31º Bienal de São Paulo e da 12ª Biennale de Lyon, França.

Sobre o Projeto Política da Arte

A exposição Bárbara Balaclava dá seguimento ao projeto Política da Arte, desenvolvido pela Coordenação de Artes Visuais da Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Arte (MECA) da Fundação Joaquim Nabuco. Iniciado em 2009, o projeto compreende a realização de mostras e ações reflexivas, articulando dimensões distintas, mas igualmente importantes, das atividades da Fundação Joaquim Nabuco.

O projeto Política da Arte tem como pressuposto a noção de que mais do que dar visibilidade a imagens, textos e ideias criados em outras partes, a arte é capaz de, a partir dela mesma, desafiar os consensos e acordos que organizam e apaziguam a vida. Ao embaralhar os temas e as atitudes que a cada lugar e momento cabem no campo do possível, a arte aponta para a possibilidade do novo e tece a sua própria política.

Serviço

Exposição: BÁRBARA BALACLAVA

Artista: Thiago Martins de Melo

Abertura: 24 de setembro/2016

Horário: 16h

Galeria Massangana

Av. 17 de Agosto, 2187 - Casa Forte - Recife - PE - 52.061-540

Visitação: 25/set. a 30/out.

Terça a Sexta -feira das 8h30 às 17h,

Sábado, domingo e feriado das 14h às 18h

Agendamento:

Segunda a sexta-feira das 8h30 às 17h

Educativo -  3073.6331 / 30.736385

Navegando em: :: Outras Notícias Artista maranhense Thiago Martins de Melo expõe na Galeria Massangana