Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Perguntas Frequentes

Nesta seção, você poderá esclarecer dúvidas referentes ao trabalho da Ouvidoria da Fundaj. Também estão disponíveis esclarecimentos sobre as principais perguntas feitas pelos usuários.

1) Onde fica a Ouvidoria da Fundaj?

Endereço: Av. 17 de Agosto, nº 2187, Casa Forte, Recife, PE
CEP: 52061-540. Térreo do Edifício Paulo Guerra, campus Gilberto Freyre.
Telefones: (81) 3073-6433 ou 3073-6378
Site: http://www.fundaj.gov.br/ouvidoria
Horário de atendimento local: Segunda a sexta-feira, pela manhã, das 9h às 12h, à tarde, das 14h às 17h.

2) Quem faz parte da equipe de Ouvidoria da Fundaj?

Servidores: Pedro Lima – Ouvidor e Jaime Melo
Terceirizado: Giovannita Pimentel

3) O que é a Ouvidoria?

A Ouvidoria é um instrumento de comunicação que auxilia o cidadão em suas relações com o Estado. Atua como interlocutora entre o cidadão e a Administração Pública, de modo que as manifestações decorrentes do exercício da cidadania provoquem contínua melhoria dos serviços prestados.

4) A Ouvidoria é a mesma coisa que o Fale Conosco, Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), 0800, Sala do Cidadão, Call Center etc.?

Não. A Ouvidoria não é apenas um instrumento ou mesmo um canal de comunicação entre o cidadão e a Administração Pública. Trata-se de uma instituição de participação que, juntamente com os conselhos e as conferências, tem o dever de promover a interação equilibrada entre legalidade e legitimidade.

5) Quem pode apresentar manifestação para a Ouvidoria da Fundaj?

Qualquer cidadão pode dirigir-se à (Ouvidoria-Geral da União) Ouvidoria da Fundaj para apresentar sua manifestação, não sendo necessária a presença de advogado ou procurador constituído para a sua formalização.

6) Que tipos de manifestações são recebidas pela Ouvidoria da Fundaj?

Reclamações relacionadas à falha administrativa ou ao fornecimento de serviço público, como:
- Atrasos evitáveis;
- Desobediência aos procedimentos estabelecidos;
- Ofensa ou descortesia;
- Decisões não fundamentadas;
- Resposta incompleta ou fora do prazo estabelecido;
Sugestões para o aprimoramento da prestação do serviço público; Elogios a procedimentos e ações dos servidores e demais agentes públicos, bem como da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj);
Denúncias sobre irregularidades praticadas por servidores e demais agentes públicos, bem como pela Fundação Joaquim Nabuco. Cabe esclarecer que, em razão de mandamento legal, todas as representações e denúncias acerca de lesão ou ameaça de lesão ao patrimônio público ou de improbidade administrativa são encaminhadas, mesmo que endereçadas à Ouvidoria, através de ofício, diretamente ao Presidente da Fundação Joaquim Nabuco a quem compete instaurar os procedimentos administrativos nesses assuntos. As demais serão analisadas pela Ouvidoria da Fundaj.

7) Preciso me identificar?

Sim. A identificação permite que a Ouvidoria da Fundaj entre em contato caso precise de informações ou esclarecimentos adicionais. No entanto, você pode pedir que a reclamação seja tratada com sigilo, tanto no que se refere ao seu conteúdo quanto a sua identidade. Pedimos, apenas, que você indique quais informações devem ser consideradas sigilosas, visando facilitar a análise e a adoção de providências pela Ouvidoria.

8) Quais informações devem constar na manifestação?

A Ouvidoria da Fundaj não exige que o cidadão siga um formato específico para se manifestar. Em geral, as manifestações devem conter as seguintes informações:
- Nome completo, e-mail, telefone (incluir DDD) e endereço (inclusive CEP, cidade e estado), bem como qualquer outra informação que facilite o contato da Ouvidoria com o cidadão;
- Indicação das informações que deseja que a Ouvidoria mantenha sob sigilo;
- Identidade do órgão, unidade, entidade e servidor(es) ou equiparados do Poder Executivo Federal envolvidos, se for o caso;
- Como foi ou tem possibilidade de ser afetado;
- Os passos que foram dados na tentativa de solucionar o problema;
- Caso o problema tenha sido parcialmente resolvido, que aspectos ainda restam por resolver;
- Quando for verificado o não cumprimento de políticas, normas ou procedimentos, especificar os aspectos que tenham sido violados;
- Indicação clara do resultado que espera para a sua manifestação; e
- Quaisquer outros fatos pertinentes (devem ser anexados quaisquer documentos ou material relevante que ofereça apoio às declarações ou comprovação dos fatos informados). Em todas as situações, o problema deve ser exposto de forma clara, descrevendo datas, locais e fatos detalhadamente, inclusive identificando, quando possível, as pessoas envolvidas.

9) Existe um modelo para a correspondência?

Não. Caso o cidadão não utilize os meios disponíveis para se manifestar no sitio da Ouvidoria, na página da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), na Internet, formulários de manifestações, o cidadão pode escrever da forma como achar melhor, mas é fundamental que as suas informações sejam precisas e completas, para que não haja perda de tempo no encaminhamento a ser dado à questão. Escreva de próprio punho, caso não tenha máquina de escrever ou computador. Caso a manifestação inicial e documentos de apoio não sejam suficientes para podermos dar o encaminhamento adequado, a Ouvidoria poderá solicitar informações adicionais antes de aceitar ou rejeitar a manifestação.

10) Como a Ouvidoria da Fundaj pode me ajudar?

A Ouvidoria atuará para identificar o interesse, objeto da manifestação, e para prestar esclarecimentos ao cidadão sobre os direitos envolvidos. Via de regra, a manifestação será encaminhada à unidade administrativa onde ocorreram os fatos, a qual produzirá resposta específica ao cidadão.

11) A quem devo encaminhar, preferencialmente, uma manifestação: à Ouvidoria ou a unidade administrativa no (a) qual ocorreram os fatos?

O cidadão deve encaminhar a sua manifestação à Ouvidoria apenas nos casos em que considerar insatisfatória a resposta, quando a mesma não lhe for encaminhada em prazo razoável ou quando a unidade administrativa no (a) qual ocorreram os fatos não tiver Ouvidoria própria.

A Ouvidoria da Fundaj encontra-se a sua disposição.

Navegando em: A Fundaj Ouvidoria da Fundaj