Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Literatura de Cordel no Brasil: Um Inventário Bibliográfico Nacional

Acaba de sair do "prelo" a publicação "Literatura de Cordel no Brasil: Um Inventário Bibliográfico Nacional", organizado pelas bibliotecárias da Fundação Joaquim Nabuco, Lúcia Gaspar e Virgínia Barbosa, com a colaboração de Sandra Saldanha dos Santos, estagiária da Fundaj e aluna do curso de Biblioteconomia da UFPE.

Na Nota Explicativa do trabalho, as autoras explicam que,"após uma primeira reunião técnica para discutir o processo de registro da literatura de cordel como patrimônio cultural do Brasil, realizada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) na Fundação Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro, nos dias 9 e 10 de abril de 2012, a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), representada pela bibliotecária Lúcia Gaspar, ficou encarregada de realizar um guia de fontes sobre o tema".

Elas contam que "iniciado pela Bibliografia Brasileira – publicada pelo Instituto Nacional do Livro (INL) e, posteriormente, pela Biblioteca Nacional (BN) –, o levantamento foi realizado também no acervo da Biblioteca Central Blanche Knopf, da Fundação Joaquim Nabuco, e em diversos catálogos on line de instituições disponíveis na Web".

Lúcia Gaspar e Virgínia Barbosa comentam que "sem a pretensão da exaustividade, buscou-se reunir a maior quantidade possível de obras sobre a literatura de cordel no Brasil, indicando-se no final da referência, entre colchetes, a sigla do local onde o documento está disponível (ver fontes consultadas)". E complementam: "no caso do acervo da Fundaj, também foi incluído o seu código de acesso. O B [B] ou o BB [BB], entre colchetes, indicam que a referência da publicação foi retirada de uma bibliografia ou da Bibliografia Brasileira, respectivamente".

As bibliotecárias da Fundaj falam que,"reunindo um total de 917 referências, o inventário está organizado por ordem alfabética de autor". Elas detalham que, "com o objetivo de facilitar a consulta, foi elaborado um índice alfabético de títulos que remete para o número de cada documento referenciado". E dizem: "os títulos estão grafados em itálico e os artigos (definidos ou indefinidos) iniciais foram colocados após os títulos como recomendam as normas de indexação".

As autoras finalizam a Nota Explicativa, concluindo que, "ao disponibilizar essa bibliografia, a Fundaj, por meio da sua Biblioteca Central Blanche Knopf, espera contribuir com o Iphan para o processo de registro da literatura de cordel como patrimônio cultural do Brasil".

 

Navegando em: :: Outras Notícias Literatura de Cordel no Brasil: Um Inventário Bibliográfico Nacional