Fundação Joaquim Nabuco

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Plano Estratégico

 ::  Parceiros do Projeto UNIcidadania 

 [O que é o projeto] 

É um trabalho de iniciativa social na perspectiva dos Direitos Humanos. Seu fim último é favorecer a construção de uma cultura de Direitos Humanos no país. 

[Seu plano estratégico]

1. Montar um quadro de referência para a formação de Agentes de Cidadania e Direitos Humanos; 

2. Consolidar modelos interventivos amparadosna concepção ideológica do projeto; 

3. Criar uma rede de articulação nacional e internacional com o objetivo de trocar experiências exitosas, principalmente, propostas pedagógicas que alavanquem a promoção e o processo de formação dos agentes de
cidadania e Direitos Humanos estimulando o debate das questões pertinentes á sua aplicabilidade e a construção e execução das políticas públicas dirigidas a tais direitos. 

4. Promover um debate nacional sobre a possibilidade de uma certificação para agentes e entidades comprometidas com o processo de qualificação e credenciamento das ações e dos serviços prestados que realizam. 

5. Fomentar a divulgação do debate desenvolvido nos diversos Fóruns, construindo uma dinâmica de articulação ampla que favoreça a participação na elaboração, planejamento, execução, controle e avaliação das políticas públicas nacionais, estaduais, e municiapais dos Direitos Humanos. Assim se define o projeto Unicidadania: ação para qualificar trabalhadores sociais oriundos das entidades públicas e privadas que atuam na defesa e promoção da cidadania. Sua estratégia principal consiste em articular parcerias que possam realizar um plano de ação calcado na formação dos agentes, sua inserção na sociedade com autonomia e efeito multiplicador, estimular ações de sustentabilidade operacional, reunindo segmentos vários da sociedade com ênfase nas universidades as quais serão responsáveis pela formulação do respaldo teórico-metodológico em parceria com as Ongs indicadas como pontos de referência do agir social, e os governos e as comunidades internacionais como promotores de política e suporte ideológico e material. 

[Como Atuamos]

:: Reunindo representantes de três Estadosdo Nordeste que desenvolverão projetos temáticos específicos; 

:: Incentivando estudos e experiências que certifiquem a qualidade dos serviços; 

:: Reforçando os mecanismos de aplicação dos Direitos Humanos; 

:: Estimulando iniciativas para o reconhecimento dos trabalhadores sociais em Direitos Humanos; 

:: Propondo uma certificação de qualidadeque possibilite a criação de novas perspectivas profissionais; 

:: Promovendo farta discussão sobre as temáticas que o projeto acolhe, realizando seminários com participaçõesdo mundo político, do mundo acadêmico e dos movimentos sociais visando a discussão de mecanismos legislativos e políticos tendentes a facilitar o exercício profissional, a partir de uma qualificação reconhecida e certificada. 

:: Assim se define o projeto Unicidadania: ação para qualificar trabalhadores sociais oriundos das entidades públicas e privadas que atuam na defesa e promoção da cidadania.

Sua estratégia principal consiste em articular parcerias que possam realizar um plano de ação calcado na formação dos agentes, sua inserção na sociedade com autonomia e efeito multiplicador, estimular ações de sustentabilidade operacional, reunindo segmentos vários da sociedade com ênfase nas universidades as quais serão responsáveis pela formulação do respaldo teórico-metodológico em parceria com as Ongs indicadas como pontos de referência do agir social, e os governos e as comunidades internacionais como promotores de política e suporte ideológico e material. 

:: Como Atuamos? 

- Reunindo representantes de três Estados do Nordeste que desenvolverão projetos temáticos específicos; 

- Incentivando estudos e experiências que certifiquema qualidade dos serviços; 

- Reforçando os mecanismos de aplicação dos Direitos Humanos; 

- Estimulando iniciativas para o reconhecimento dos trabalhadoressociais em Direitos Humanos; 

- Propondo uma certificação de qualidade que possibilitea criação de novas perspectivas profissionais; 

- Promovendo farta discussão sobre as temáticas que o projeto acolhe, realizando seminários com participações do mundo político, do mundo acadêmico e dos movimentos sociais visando a discussão de mecanismos legislativos e políticos tendentes a facilitar o exercício profissional, a partir de uma qualificação reconhecida e certificada. 


:: Área de atuação: 
O projeto desenvolve as suas atividades no Nordeste do Brasil: 
- João Pessoa - Paraíba - Salvador - Bahia - Recife - Pernambuco (Onde inclusive se localiza a coordenação geral) - Feira de Santana - na capital Brasília, visando intercâmbios internacionais. 

:: Cronograma do projeto: 
O projeto tem um prazo de duração de três anos, durante os quais realizar-se-ão: 
- Quatorze cursos de formação profissional de agentes de cidadania e direitos humanos; - Sete seminários temáticos para discutir proposta pedagógica de formação e atividades pertinentes à qualificação profissional; - Um seminário internacional com vista à análise dos resultados do projeto; - Um seminário parlamentar com o intento de discutir a profissionalização dos agentes e, atividades várias de mobilização e estímulo à prática dos direitos humanos na vida comunitária e institucional. 

:: Principais atividades: 
Atividades de formação 
Cursos de formação/especialização, e relativos currículos,abordando as seguintes temáticas: 
- Trabalho infanto juvenil |Veja Detalhes|- Raça e discriminação |Veja Detalhes| - Família de Preso |Veja Detalhes|- Comunidade e cidadania |Veja Detalhes| - Âmbitos institucionais dos d.h. |Veja Detalhes|- Violência e Impunidade |Veja Detalhes| 

:: Atividade de promoção e divulgação 

- Articulação de uma rede nacional e internacional entre Universidades, ONGs, centro de estudose formação em direitos humanos. 

- Organização de seminários científicos abrangendoos resultados e as temáticas enfrentadas em cada curso. 

- Organização de um Encontro Internacional e de um Seminário Parlamentar sobre o tema da profissionalização do setor e sobre os mecanismos legislativos aptos a melhoraro exercício da cidadania. 

:: Metas à atingir: 
Melhorar a capacidade de intervenção das ONGs de direitos humanos, por meio de uma melhor qualificação dos seus recursos humanos visando também implementar as políticas públicas do Nordeste do Brasil 

:: Como fazemos: 
Através de recursos da: 
Cooperação Italiana pelo trâmite do Ministériodas Relações Exteriores da Itália.

Navegando em: Defesa Social/ DH /Oficina